PUBLICIDADE
Topo

Comitê aprova acusações e autoriza votação sobre impeachment de Trump

Presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca -
Presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca

13/12/2019 12h51

O Comitê Judiciário da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou hoje duas acusações contra o presidente Donald Trump, abrindo caminho para a votação completa sobre a possibilidade de prosseguir com o julgamento político contra o presidente.

Vinte e três legisladores do Comitê votaram a favor e 17 contra para continuar com a acusação contra Trump por obstrução do Congresso e abuso de poder ao tentar que o governo da Ucrânia investigasse o ex-vice-presidente Joe Biden, candidato à nomeação democrata para as eleições de 2020.

A aprovação do comitê envia a matéria para uma votação no plenário da Câmara na próxima semana. Trump nega as acusações.

A acusação precisa de uma maioria simples para ser aprovada, mas no Senado, controlado pelos republicanos, o processo de impeachment precisa de uma maioria de dois terços para ser aprovado. O líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, disse à Fox News ontem que "não há chance de o presidente ser destituído".

Após dois meses de investigações, os parlamentares democratas afirmam que Trump reteve ajuda militar para a Ucrânia por interesses eleitorais e pessoais.

Além disso, ele é acusado de oferecer uma visita à Casa Branca a seu colega ucraniano, Volodimir Zelenski, em troca de Kiev abrir uma investigação contra o ex-vice-presidente Joe Biden, um de seus rivais

Os democratas também acreditam que Trump incorreu em obstrução ao tentar bloquear os esforços do Congresso para investigar as ações do presidente, o que, para eles, é uma violação da Constituição, que dá ao Legislativo um mandato para supervisionar o Poder Executivo.

Antes de Trump, dois presidentes americanos enfrentaram um julgamento político: Andrew Johnson em 1868 e Bill Clinton em 1998. O republicano Richard Nixon renunciou antes da votação.

Internacional