PUBLICIDADE
Topo

Leões passam fome em zoológico abandonado no Sudão

Leoa é vista muito fragilizada devido à falta de comida e água em zoológico de Cartum, no Sudão -  ASHRAF SHAZLY/AFP
Leoa é vista muito fragilizada devido à falta de comida e água em zoológico de Cartum, no Sudão Imagem: ASHRAF SHAZLY/AFP

Do UOL, em São Paulo

23/01/2020 08h48

Uma imagem de leões desnutridos em um zoológico de Cartum, no Sudão, chamou atenção e gerou um alerta para a situação dos animais no local.

O Al-Qurashi Park, como é conhecido o zoológico, não está conseguindo manter os animais. O local está empobrecido e abandonado na capital do Sudão. Os funcionários não têm comida para alimentar os animais que ainda estão lá, como os três leões, dois machos e uma fêmea. Muitos animais morreram ou conseguiram ser transferidos para outros locais.

As fotos dos leões comoveram. Presos em gaiolas enferrujadas, eles têm as costelas salientes, olhos vidrados e pele flácida devido à falta de comida e água.

Apesar de o país estar mergulhado em uma crise econômica, moradores da região se reuniram para levar comida e remédios para os animais, que estão sendo tratados, mas não se sabe até quando.

Segundo a Associated Press, um ativista que fez um apelo nas redes sociais, Osman Mohamed Salih, disse que "muitas organizações internacionais estão dispostas a ajudar" os leões, incluindo um grupo de resgate de emergência que deve chegar em breve.

De acordo com Salih, muitas pessoas que vivem no exterior tentaram doar através de sites de financiamento coletivo, mas as sanções impostas pelos EUA ao Sudão impediram o zoológico de receber o dinheiro através de plataformas populares, como o GoFundMe.

O primeiro-ministro sudanês, Abdullah Hamdok, ex-economista do Banco Mundial, tenta convencer os Estados Unidos a tirar o Sudão da lista de países relacionados ao terrorismo, para que eles possam atrair ajuda e investimentos estrangeiros.

"Apesar de tudo isso, a maratona de recuperação, cura e reconstrução continua", escreveu Salih em sua página no Facebook. Na quarta-feira, ele compartilhou uma fotografia da leoa após voluntários levarem comida, dizendo que ela estava fazendo "um belo progresso".

Internacional