PUBLICIDADE
Topo

"Herói" da Sars lidera equipe que tentará combater coronavírus na China

O médico chinês Zhou Qiong, que vai liderar a equipe que atuará na prevenção e tentativa de controle da epidemia do coronavírus na China - Xinhua/Cheng Min
O médico chinês Zhou Qiong, que vai liderar a equipe que atuará na prevenção e tentativa de controle da epidemia do coronavírus na China Imagem: Xinhua/Cheng Min

Do UOL, em São Paulo

24/01/2020 08h10

Uma equipe de pesquisa formada por 14 especialistas foi criada na China para ajudar a prevenir e controlar o mais recente surto de coronavírus no país, anunciou o Ministério da Ciência e Tecnologia chinês hoje. O cientista Zhong Nanshan, de 67 anos, foi nomeado chefe da equipe.

Zhong, também acadêmico da Academia Chinesa de Engenharia, é conhecido por seu trabalho contra o surto da síndrome respiratória aguda grave (Sars) em 2003. Ele identificou o início do surto em Guangdong e, junto com uma equipe, isolou o coronavírus, ficando conhecido como "heróis da Sars".

Após as primeiras mortes do novo vírus, Zhong foi o primeiro a confirmar a transmissão entre humanos. Na madrugada de hoje, a 26ª morte causada pela infecção foi confirmada.

A equipe de pesquisa de antivírus faz parte do projeto de emergência do ministério, lançado em conjunto com a Comissão Nacional de Saúde e outros departamentos em uma reunião recente.

O projeto oferecerá suporte técnico em 10 aspectos de pesquisa, incluindo rastreamento de vírus, transmissão de vírus, métodos de detecção, evolução do genoma e desenvolvimento de vacinas.

Duas fotos divulgadas nas redes sociais pelo jornal Guangzhou Daily mostraram Zhong tirando um cochilo no trem com destino a Wuhan — cidade onde acredita-se que foi onde a epidemia começou e que foi isolada pelas autoridades chinesas — para visitar um hospital e conhecer os pacientes infectados.

Internacional