PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Arqueólogos encontram ruínas de capela medieval no norte da Inglaterra

Construção era parte do Auckland Castle (foto), construído no século XIII na cidade de Durham - The Auckland Project/Divulgação
Construção era parte do Auckland Castle (foto), construído no século XIII na cidade de Durham Imagem: The Auckland Project/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

20/02/2020 14h46

Arqueólogos encontraram um importante registro do período medieval da Inglaterra: uma capela que pertencia aos príncipes-bispos de Durham, no norte do país. A informação foi divulgada ontem pelo jornal The Independent.

A localização da igreja, que tem 40 metros de comprimento, foi desconhecida por centenas de anos, até ser mapeada a partir de 2018. As ruínas da construção só foram encontradas graças a uma parceria da Universidade de Durham e de um projeto de arqueologia local.

Entre as descobertas, há fragmentos de colunas de pedras, esculturas, partes do piso e pedaços de vidro das janelas. Os itens seriam datados dos séculos XIII e XIV.

A igreja, ainda segundo o The Independent, foi construída no século XIII pelo príncipe-bispo Bek, conde de Durham, como parte de seu castelo, o Auckland Castle. A construção foi destruída 350 anos depois por sir Arthur Hesilrige, um militar parlamentarista.

"Ao longo de séculos, este foi uma das grandes construções perdidas da Inglaterra medieval", disse John Castlin, arqueólogo e curador do The Auckland Project, entidade atualmente dona do castelo.

Castelo onde nasceu o rei Arthur terá uma nova ponte

Band Entretenimento

Internacional