PUBLICIDADE
Topo

Nos EUA, enfermeira deixou a aposentadoria para ajudar com o coronavírus

A enfermeira Juliana Morawski - Reprodução/CNN
A enfermeira Juliana Morawski Imagem: Reprodução/CNN

Do UOL, em São Paulo

07/04/2020 11h59

Enfermeira que atuou em emergências por 30 anos, Juliana Morawski deixou a aposentadoria quando o surto de coronavírus começou nos Estados Unidos para ajudar da maneira que pudesse.

"Estamos ameaçados, mais do que em qualquer outro momento em que me lembro na medicina de emergência. Na verdade, nunca vi departamentos de emergência, enfermagem ou qualquer um dos serviços, em geral, sob tanta ameaça. E é uma família. Então, quando a família é ameaçada, você tenta agir o máximo possível", disse em entrevista à CNN.

No momento, Juliana trabalha atendendo os telefones do Departamento de Saúde, mas se diz pronta para entrar no pronto-socorro assim que o pico de coronavírus acontecer na área de Chicago.

"Eu quero estar no meio disso. Não quero que a preocupação ou o medo governem minha vida, por isso estou cautelosa, mas não aflita", disse ela.

Coronavírus