PUBLICIDADE
Topo

Aeroportos da Índia começam a reabrir para voos domésticos após dois meses

25.mai.2020 - Passageiros usando máscaras durante a reabertura do Aeroporto Internacional Indira Gandhi, na Índia - Anadolu Agency via Getty Images
25.mai.2020 - Passageiros usando máscaras durante a reabertura do Aeroporto Internacional Indira Gandhi, na Índia Imagem: Anadolu Agency via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/05/2020 09h55

Após dois meses fechados por causa da pandemia do novo coronavírus, os aeroportos da Índia começaram a reabrir hoje. A flexibilização contará com a tecnologia e o distanciamento social para manter os viajantes seguros. Porém, como as fronteiras do país permanecem fechadas, só serão feitos voos domésticos.

No Aeroporto Internacional Indira Gandhi, localizado na cidade de Nova Déli, os viajantes deverão fazer o check-in online antes de chegar ao local e, em seguida, digitalizar seus cartões de embarque para entrar no prédio.

As filas serão espaçadas para que os passageiros possam manter o distanciamento recomendado. Além disso, todos deverão passar por uma estação de triagem de temperatura e preencher um formulário de declaração de viagem.

Na área de embarque, os viajantes verão os bancos mais espaçados e marcadores no chão indicando onde ficar.

Já dentro do avião, a tripulação deverá usar equipamentos de proteção individual para o corpo inteiro, enquanto os passageiros deverão usar máscaras. Por isso, por enquanto, não haverá serviço de comida ou bebida dentro das aeronaves.

Também será permitido aos viajantes apenas uma pequena bagagem de mão por pessoa, e todo o resto deve ser verificado.

A Índia suspendeu seus voos domésticos e os internacionais no final de março, para impedir a propagação do novo coronavírus no país de 1,3 bilhão de habitantes.

Ontem, as autoridades informaram o registro de novas 6.977 infecções. Até o momento, a Índia contabiliza 4.021 mortes e 138.845 casos oficiais da covid-19.

Coronavírus