PUBLICIDADE
Topo

Covid: Inglaterra e Escócia podem perder testes devido coleta inadequada

Profissional da saúde faz teste para coronavírus num drive-thru montado na Austrália - Loren Elliott/Reuters
Profissional da saúde faz teste para coronavírus num drive-thru montado na Austrália Imagem: Loren Elliott/Reuters

Do UOL, em São Paulo

28/05/2020 14h35

A Inglaterra e a Escócia podem ter perdido dados até 350 mil amostras de testes para o coronavírus realizadas entre 2 de abril e 6 de maio devido a coleta inadequada. Os testes eram realizados no sistema de drive-thru e, segundo o Guardian, milhares de amostras foram coletadas sem os números do NHS, sistema de saúde público, ou sem os endereços completos das pessoas, o que dificulta a identificação e o rastreamento da pandemia.

Os governos desses países lançaram um sistema de teste e rastreamento para detectar possíveis novos surtos da doença em determinadas regiões. Algumas medidas de bloqueios estão sendo suspensas nesses locais, e a testagem em massa seria uma medida para evitar uma possível segunda onda da covid-19.

Apesar da ampla testagem, segundo o Guardian, mesmo que as pessoas consigam receber os resultados dos testes, os médicos de ambos países não serão notificados automaticamente sobre o resultado, o que também atrapalharia a contenção de uma nova disseminação.

No início deste mês, o (DHSC) Departamento de Saúde e Assistência Social confirmou que estava trabalhando para comparar os resultados dos testes com os registros dos pacientes, mas que isso poderia levar "algum tempo".

Coronavírus