PUBLICIDADE
Topo

Policiais envolvidos em morte de Floyd responderão na Justiça, diz advogado

"Vidas negras importam", diz o cartaz que a mulher segura em protesto realizado em Londres, nesta segunda-feira, após a morte do afro-americano George Floyd, nos Estados Unidos - Dan Kitwood/Getty Images
"Vidas negras importam", diz o cartaz que a mulher segura em protesto realizado em Londres, nesta segunda-feira, após a morte do afro-americano George Floyd, nos Estados Unidos Imagem: Dan Kitwood/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

02/06/2020 17h46

O advogado Ben Crump e a família de George Floyd, morto por em abordagem policial no dia 25 de maio, afirmaram que os outros três agentes envolvidos no caso também responderão judicialmente.

Por enquanto, apenas Derek Chauvin, que sufocou Floyd com o joelho por quase oito minutos, foi acusado de assassinato e homicídio culposo em terceiro grau.

"Ouvimos que acusarão os policiais", disse Crump no programa "Today", da NBC.

"Com a autópsia independente da família que dá atenção aos dois joelhos na parte de trás [das costas], que comprimiram os pulmões [de Floyd], o que é igualmente importante como a compressão do corte do fluxo de ar, eles serão acusados, entendemos. É isso o que a família está ouvindo das autoridades ", completou o advogado.

A autópsia independente, conduzida por ordem da família de George Floyd, determinou ontem que a morte dele foi "homicídio causado por asfixia" devido à compressão do pescoço e das costas, o que levou à falta de fluxo sanguíneo no cérebro".

Segundo a agência de notícias Associated Press, ao longo de 19 anos de carreira, Derek Chauvin foi alvo de quase 20 queixas formais e duas cartas de reprimenda. A maioria foi arquivada.

Milhares de pessoas protestam há quase uma semana em várias cidades dos Estados Unidos contra o racismo e a violência policial. A revolta provocada pela morte de Floyd se propagou por todo o país.

Internacional