PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Príncipe belga é multado por ir a festa na quarentena; ele pegou covid-19

Joaquim (centro), príncipe da Bélgica - Patrick van Katwijk/Getty Images
Joaquim (centro), príncipe da Bélgica Imagem: Patrick van Katwijk/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

11/06/2020 11h15Atualizada em 11/06/2020 12h11

O príncipe Joaquim, da Bélgica, foi multado por ter quebrado as regras do isolamento social em meio à pandemia do coronavírus indo a uma festa na Espanha, no final de maio. Ele recebeu o diagnóstico positivo para a covid-19 após o evento.

O governo da Espanha multou o jovem de 28 anos em 10.400 euros (cerca de R$ 60 mil).

Joaquim viajou à Espanha no dia 24 de maio e, dois dias depois, visitou a família de uma amiga espanhola na cidade de Córdoba. No local, participou de uma festa com pelo menos 12 pessoas — a imprensa europeia diverge a respeito do número e diz que até 27 pessoas podem ter comparecido ao evento.

O príncipe também foi penalizado por não ter cumprido a quarentena por 14 dias após chegar à Espanha, disse uma autoridade do governo à agência de notícias Reuters. Rafaela Valenzuela, enviada regional do governo espanhol em Córdoba, chamou o encontro de "completamente irresponsável" e disse que o evento pode ter causado um "surto de infecções".

Com o diagnóstico positivo da covid-19, Joaquim ainda está na Espanha em quarentena e tem 15 dias para pagar a multa ou contestá-la.

Na semana passada, ele divulgou um comunicado onde se desculpou pela atitude. "Nestes momentos difíceis, não pretendia ofender ou desrespeitar ninguém. Me arrependo profundamente de meus atos e aceito as consequências".

Até hoje, pelo levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins, a Espanha ocupa o 5º lugar em número de casos confirmados da covid-19 com 242.280 diagnósticos positivos. Quanto ao número de mortes, foram 27.136 em decorrência da doença.

Coronavírus