PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA: tiroteio em centro de distribuição do Walmart deixa mortos e feridos

O tiroteio começou depois que um homem apontado como o atirador entrou no estacionamento e bateu seu carro contra o prédio - Reprodução/CNN
O tiroteio começou depois que um homem apontado como o atirador entrou no estacionamento e bateu seu carro contra o prédio Imagem: Reprodução/CNN

Do UOL, em São Paulo*

28/06/2020 01h37

Um tiroteio em um centro de distribuição do Walmart deixou duas pessoas mortas e outras quatro feridas em Red Bluff, na Califórnia, nos Estados Unidos, neste sábado (27). O atirador, que foi morto pela polícia, acabou identificado como um ex-funcionário do Walmart.

As seis pessoas baleadas foram levadas para o Hospital Comunitário St. Elizabeth, onde duas delas morreram - o atirador e um funcionário do Walmart. Os quatro sobreviventes estão em condição estável, de acordo com Allison Hendrickson, porta-voz do hospital.

Segundo a polícia de Red Bluff, o atirador foi baleado no peito por policiais. A porta-voz do gabinete do xerife do condado de Tehama, tenente Yvette Borden, disse ao jornal The New York Times que o atirador é ex-funcionário do Walmart e havia se desligado da empresa há um ano e meio.

De acordo com testemunhas, o atirador chegou de carro no estacionamento do centro de distribuição por volta das 15h30 no horário local (22h30 no horário de Brasília). Ele circulou pelo local e depois bateu o veículo no prédio. Em seguida, desceu do carro e começou a atirar contra as pessoas.

O porta-voz do Walmart, Scott Pope, disse a órgãos de imprensa dos Estados Unidos que a empresa está ciente da situação e que está colaborando com a polícia para elucidar o caso.

(* com agências internacionais)

Internacional