PUBLICIDADE
Topo

Jovem faz queixa contra Starbucks após receber um copo escrito 'Isis'

Jovem recebeu copo escrito Isis, a sigla em Inglês para Estado Islâmico - Reprodução/Twitter
Jovem recebeu copo escrito Isis, a sigla em Inglês para Estado Islâmico Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

09/07/2020 10h26

Uma jovem muçulmana abriu queixa contra o Starbucks depois que um barista de uma loja em Minnesota escreveu "Isis" em seu copo ao invés do seu nome. Isis é a sigla em inglês para a organização terrorista Estado Islâmico.

O caso aconteceu no dia 1º de julho, conta a jovem Aishah, 19 anos, que estava na loja com um amigo. Ela relatou que o barista pediu que ela repetisse seu nome e ainda assim escreveu Isis no copo.

"Senti muitas emoções, e o choque foi o principal, porque na verdade eu não podia acreditar que isso estava acontecendo", disse ela ao BuzzFeed News.

Na ocasião, ela estava usando um hijab e uma máscara. Aishah acredita queisso possa ter motivado a discriminação.

Após o acontecido, o gerente da loja ofereceu para a jovem uma bebida grátis e um cartão presente de US$ 25 (cerca de R$ 131), conta Aishah.

O Conselho de Relações Americano-Islâmicas de Minnesota ajudou a jovem a prestar queixa no Departamento de Direitos Humanos, o equivalente a uma secretaria estadual no Brasil.

A empresa Target, que administra a franquia, afirmou que a cena "não foi um ato deliberado, mas um erro infeliz" e que vai oferecer treinamento adicional ao barista.

Uma situação semelhante aconteceu com homem muçulmano chamado Aziz, que recebeu um copo escrito "Isis", dessa vez na Filadélfia.

Em 2018, o Starbucks fechou todas as lojas nos EUA por um dia para dar treinamento antirracista aos seus funcionários.

Internacional