PUBLICIDADE
Topo

Fauci nega renúncia e diz que descrédito com Trump é 'bizarro'

O médico Anthony Fauci falou sobre críticas da Casa Branca - Reuters via BBC
O médico Anthony Fauci falou sobre críticas da Casa Branca Imagem: Reuters via BBC

Do UOL, em São Paulo

15/07/2020 18h41

Anthony Fauci, principal especialista em doenças infecciosas dos Estados Unidos e consultor da Casa Branca, afirmou hoje que não vai renunciar de seu cargo na coordenação da força-tarefa do governo americano contra o novo coronavírus.

Nos últimos dias, o presidente Donald Trump afirmou que Fauci "cometeu muitos erros" em relação à pandemia da covid-19. Já nesta semana, voltou a atacar o infectologista nas redes sociais.

"Não [pensei em renunciar]. Eu acho que o problema é muito importante para mim para entrar nesses tipos de pensamentos e discussões. Só quero fazer meu trabalho. Eu sou muito bom nisso. Eu acho que posso contribuir e continuarei a fazer isso", disse Fauci em entrevista ao The Atlantic.

Fauci ainda foi questionado sobre como consegue trabalhar sendo o principal conselheiro médico de um governo que tenta não dar crédito ao trabalho dele. No fim de semana, a Casa Branca enviou a veículos de comunicação um documento com uma lista de declarações que Fauci havia feito sobre a covid-19, que, segundo a nota, mostrava como o médico "estava errado".

"Isso é um pouco bizarro", disse o infectologista. "Se você se sentar e conversar com as pessoas que estão envolvidas na lista que saiu, elas ficam realmente surpresas com o grande erro que foi. Eu acho que se você conversar com pessoas razoáveis na Casa Branca, elas perceberão que foi um grande erro da parte delas. E eu não acho que essa era a intenção delas. Não consigo descobrir nos meus sonhos mais loucos porque eles gostariam de fazer isso. Acho que agora eles percebem que isso não era uma coisa prudente, porque apenas refletia negativamente sobre eles", acrescentou.

Internacional