PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
7 meses

Centenas de pessoas protestam contra uso obrigatório de máscara em Londres

Infratores serão multados em 100 libras (R$ 676), que podem ser reduzidos para 50 libras (R$ 338) se pagos dentro de 15 dias - Getty Images
Infratores serão multados em 100 libras (R$ 676), que podem ser reduzidos para 50 libras (R$ 338) se pagos dentro de 15 dias Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/07/2020 18h40

Centenas de manifestantes se reuniram hoje, em Londres, para protestar contra o uso obrigatório de máscaras no Reino Unido. Em frente ao Hyde Park, pessoas usaram máscaras rasgadas e carregaram cartazes com os dizeres: "Não serei mascarado, testado, rastreado ou envenenado".

A medida, anunciada na última semana, vale para restaurantes, supermercados e transporte público a partir da próxima segunda-feira (24). Infratores serão multados em 100 libras (R$ 676), que podem ser reduzidos para 50 libras (R$ 338) se pagos dentro de 15 dias.

Fotos mostram manifestantes usando máscaras de proteção facial usadas no controle de pragas no século 20, enquanto outros, em tom de ironia, vestem outras peças no lugar mas máscaras, como uma calcinha.

Londres 1 - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Londres 2 - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

O movimento chamado de "Grã-Bretanha livre", segundo o site Daily Mail, foi fundado pelo milionário da aviação Simon Dolan.

Em 6 de julho, quando anunciou a ação, ele disse: 'Acredito na liberdade de escolha e na proteção das liberdades pessoais. As ações do governo estão prejudicando a economia, negando a educação das crianças e atropelando os direitos humanos".

Coronavírus