PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Antigo rei da Espanha diz que deixará o país em meio a escândalo financeiro

Juan Carlos 1º, rei emérito da Espanha, abdicou do trono há seis anos em favor de seu filho, o rei Felipe 6º - David Ramos/Getty Images
Juan Carlos 1º, rei emérito da Espanha, abdicou do trono há seis anos em favor de seu filho, o rei Felipe 6º Imagem: David Ramos/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/08/2020 14h32

O ex-monarca espanhol, rei Juan Carlos 1º, anunciou que deixará a Espanha para morar em outro país — a decisão de se mudar acontece em meio a um escândalo financeiro envolvendo suposto desvio de dinheiro público.

O site da família real publicou hoje uma carta de Juan Carlos para seu filho, o rei Felipe 6º, dizendo: "Estou informando da minha decisão de mudar, durante esse período, para fora da Espanha".

Na carta, o pai do atual monarca menciona contexto de "repercussões públicas de certos episódios da minha vida privada passada". Ele diz, ainda, esperar que o escândalo não afete o trabalho do filho.

O comunicado não informa qual será o país de residência de Juan Carlos 1º.

Seu advogado, Sánchez-Junco Mans, disse à imprensa espanhola que o ex-rei estará disponível para cooperar com a investigação, que ainda corre.

Juan Carlos é investigado por ter supostamente transferido uma grande quantia em dinheiro para um ex-companheira, numa tentativa de desviar dinheiro público e esconder o rastro.

O ex-monarca de 82 anos é conhecido por ter conduzido a Espanha de volta à democracia após a ditadura de Francisco Franco, mas abdicou do trono em favor de seu filho em 2014, quando os escândalos financeiros começaram a surgir.

Internacional