PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Pais dão nome de provedor de internet à filha por 18 anos de Wi-Fi grátis

Imagem ilustrativa de bebê  - Pexels/Rene Asmussen
Imagem ilustrativa de bebê Imagem: Pexels/Rene Asmussen

Colaboração para UOL, em São Paulo

16/10/2020 10h30

Um casal de pais selecionou "Twifia" como segundo nome da filha deles, em alusão ao nome do provedor suíço de Internet Twifi. A ideia não foi uma "homenagem" à companhia, mas sim um negócio selado entre os adultos e a empresa, que os prometeu em troca do batismo a vantagem de terem 18 anos de Wi-Fi grátis. O primeiro nome da menina, ou a identidade dos pais, não foram revelados, a pedido do casal.

Tudo começou quando o pai do bebê viu um anúncio da Twifi no Facebook. Primeiro, ele achou que fosse uma piada, mas, quando viu que se tratava de uma "oferta" genuína, considerou aquilo interessante.

A propaganda afirmava que bastava "fazer um upload de uma foto da certidão de nascimento civil" da criança. Pais interessados podiam batizar seu bebê de "Twifius", se quisessem um nome masculino; já se se tratasse de uma menina, a neném poderia se chamar "Twifia". E assim foi.

Segundo o site britânico Mirror, a mãe de "Twifia" ficou hesitante no começo em dar esse nome à filha. Porém, ela considera agora que "existem nomes muito piores" e que a nomenclatura "também significa conexão" e "para um vínculo eterno".

Os pais afirmaram também que investirão o dinheiro que não será mais gasto em Wi-Fi, salvando o valor em uma conta poupança para sua filha, com a intenção de que no futuro ela possa aprender a dirigir e ter seu próprio carro aos 18 anos de idade.

Além disso, o presidente da Twifi, Philippe Fotsch, se comprometeu a pagar pela internet do casal "por questão de honra", mesmo que a empresa venha a falir mais pra frente. Ele disse que a "oferta" ainda está disponível para novos pais que se interessem também em acesso à internet gratuita.

Internacional