PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Homem furta celular no metrô de NY e tira selfies, que são salvas em nuvem

Suspeito de furto de celular em linha de metrô em Nova York, nos Estados Unidos - Reprodução/@NYPDTransit/Twitter
Suspeito de furto de celular em linha de metrô em Nova York, nos Estados Unidos Imagem: Reprodução/@NYPDTransit/Twitter

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/10/2020 14h54

Nos Estados Unidos, um homem está sendo procurado pela polícia de Nova York por furto de um celular em uma linha de metrô da cidade. O crime ocorreu no último dia 11 de setembro e, surpreendentemente, o suspeito logo em seguida tirou várias selfies, que ficaram salvas no aparelho e agora são usadas pela polícia para identificá-lo.

Detalhe é que as fotos foram guardadas na conta de armazenamento Google Drive, que pertence ao proprietário do celular furtado. As imagens salvas na plataforma mostram que o procurado possui uma tatuagem de ossos na mão direita.

Ele ainda está solto, mas os policiais lutam para prendê-lo em breve. "Esse cara parece gostar de selfies, mas nós preferimos vê-lo em um retrato de polícia", relatou no Twitter, Edward Delatorre, o chefe de trânsito do Departamento de Polícia de Nova York.

Segundo as autoridades do departamento, o homem suspeito estava na linha de metrô Jackson Heights-Roosevelt Avenue por volta das 12h15 do horário local. Após embarcar na plataforma F, ele teria furtado um celular Samsung Galaxy de um passageiro de 49 anos.

Todavia, depois de realizar uma fuga da cena do crime, o rapaz tirou diversas fotos de si próprio. Ele faz até pose para a câmera do celular furtado.

A atitude, que foi apontada como não muito inteligente, acabou chamando atenção da polícia local. As autoridades da pasta procuram o sujeito com base nas fotografias e esperam obter informações de eventuais testemunhas por meio de uma linha telefônica de denúncias.

Internacional