PUBLICIDADE
Topo

Eleições Americanas

Obama diz para Trump "pensar além do seu ego" e reconhecer vitória de Biden

27.out.2020 - O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama em discurso para a campanha de Joe Biden em Orlando, na Flórida - Ricardo Arduengo/AFP
27.out.2020 - O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama em discurso para a campanha de Joe Biden em Orlando, na Flórida Imagem: Ricardo Arduengo/AFP

Do UOL, em São Paulo

16/11/2020 08h01

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama disse que o atual presidente Donald Trump deveria ter reconhecido a derrota para o democrata Joe Biden no dia seguinte à divulgação dos resultados e que ele deve "colocar o país em primeiro lugar".

"Quando seu tempo acaba é seu dever colocar o país em primeiro lugar e pensar além do seu ego, dos seus próprios interesses e decepções", disse Obama em entrevista exibida ontem no programa "60 Minutos", da CNN.

Para Obama, as alegações de que houve fraude nas eleições não têm fundamento. Ele criticou a postura de Trump e de outros nomes do partido Republicano que estão apoiando essa teoria para "agradar" o presidente.

"É mais um passo para deslegitimar não apenas o próximo governo Biden, mas a democracia em geral. E esse é um caminho perigoso. O presidente não gosta de perder e nunca admite a derrota", completou o democrata.

Ainda ontem, Trump admitiu pela primeira vez que Biden "ganhou" a eleição dos EUA, mas citou que isso aconteceu porque houve fraudes.

"Ele venceu porque a eleição foi manipulada", escreveu Trump em publicação feita no Twitter. "Ninguém podia observar as votações, os votos foram tabulados por uma empresa privada da esquerda radical, Dominion, com uma má reputação e equipamento ruim, que nem poderia se qualificar para as eleições no Texas (onde eu ganhei por muitos votos)", escreveu, sem qualquer evidência que possa amparar as denúncias.

Eleições Americanas