PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Labradora reencontra família nos EUA depois de passar três anos perdida

05.12.2020 -- Labradora Lola reencontra sua dona no começo de dezembro - Reprodução/DuPage County Animal Services
05.12.2020 -- Labradora Lola reencontra sua dona no começo de dezembro Imagem: Reprodução/DuPage County Animal Services

Do UOL, em São Paulo

05/12/2020 23h03

Lola, uma labradora preta treinada para ser um cão de assistência — que ajuda pessoas com deficiência — se perdeu de sua família há mais de três anos, em Michigan, nos Estados Unidos. No começo de dezembro deste ano, Lola finalmente reencontrou seus donos.

A cachorra pertence a Debra Mejeur. Em outubro de 2017, Debra e seu marido foram visitar um amigo em outro estado. Lola foi junto. Enquanto os amigos se reuniam dentro de casa, a cachorra ficou esperando no quintal, mas acabou escapando.

O casal procurou a labradora por cerca de um mês, fazendo viagens regulares para o estado onde Lola havia desaparecido. Debra e o marido distribuíram cartazes, fizeram buscas com uma equipe de voluntários e até contrataram ajuda profissional, segundo o jornal Chicago Tribune. Não tiveram sucesso.

Até que, nos últimos anos, um outro casal achou curioso que uma labradora preta estava sempre entrando e saindo de uma área de floresta. Então, começaram a deixar comida para a cachorra. Aos poucos, ganharam sua confiança, conseguiram resgatá-la e a levaram para um abrigo.

Lola tem um microchip identificador. Por isso, bastou acessar as informações do microchip para descobrir qual era seu nome e, principalmente, quem eram seus donos.

Quando Debra recebeu uma mensagem do abrigo, não pode acreditar. "Eu telefonei e perguntei: por acaso, vocês estão com uma labradora preta chamada Lola? Responderam: você é Debra? Eu comecei a chorar, porque era a prova de que era ela", conta Debra, em um vídeo publicado pelo abrigo.

Ao reencontrar os donos, Lola primeiro ficou desconfiada. Mas depois Debra tirou sua máscara de proteção contra a Covid-19 e entregou para a labradora o cobertor que ela usava antes de se perder. A partir daí, Lola começou a abanar o rabo e pular alegremente nos seus donos.

Não se sabe como Lola sobreviveu durante todo esse tempo. O importante é que, de agora em diante, voltará a viver com a família.

Internacional