PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
3 meses

Invasão ao Capitólio pode espalhar covid-19 ainda mais, diz diretor do CDC

Apoiadores de Donald Trump entram em confronto com policiais na frente do Congresso dos EUA em Washington - Leah Millis/Reuters
Apoiadores de Donald Trump entram em confronto com policiais na frente do Congresso dos EUA em Washington Imagem: Leah Millis/Reuters

Do UOL, em São Paulo

09/01/2021 13h27

A invasão ao Capitólio na última quarta-feira (6) pode ter consequências para a saúde pública nos Estados Unidos, avalia Robert Redfiel, diretor do CDC, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças do país norte-americano.

Segundo o "The Sacramento Bee", Redfiel disse que o fato de haver muitas pessoas sem máscara e sem praticar o distanciamento social pode ajudar a disseminar a covid-19.

O diretor do CDC diz ter preocupação de que membros do Congresso dos Estados Unidos e da polícia possam ter sido expostos ao novo coronavírus depois de que uma multidão usou violência para entrar no Capitólio e demonstrar apoio ao atual presidente americano, Donald Trump.

"Essas pessoas estão em carros, trens e aviões voltando para suas casas em todo o país agora. Portanto, acho que este é um evento que provavelmente levará a um evento de disseminação significativo ", disse Redfield. "Este é um evento que vai ter consequências para a saúde pública."

Atualmente, os Estados Unidos registram cerca de 4.000 mortes por dia. Após o ataque da última quarta e das festas de fim de ano, Redfield acredita que esse número pode se aproximar de 5.000.

"Ainda não atingimos o pico da onda atual", disse. "Claramente, a quantidade de mortalidade que estamos vendo, como muitos de nós estamos tentando enfatizar, é mais do que vimos em Pearl Harbor ou no 11 de setembro, repetidamente. Esse é o estado da pandemia, infelizmente, em que estamos agora. "

Para Redfield, a principal causa da disseminação está em indivíduos sem máscara que se reuniram durante o inverno. Um aumento nas reuniões na época do Natal e do Ano-Novo resultou em um aumento de casos vistos após o Dia de Ação de Graças.

O diretor do CDC disse que é possível que hospitais dos Estados Unidos poderão sofrer escassez de leitos hospitalares em breve.

"Vamos continuar a ver mortalidade na faixa entre 2.500 e 5.000 por dia", disse Redfield. "Isso vai continuar a piorar em janeiro e, provavelmente, em partes de fevereiro, antes de realmente começarmos a dobrar a esquina."

Coronavírus