PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
4 meses

EUA: Peixe-boi tem "Trump" cravado nas costas e autoridades investigam

17.mai.2016 - Um peixe-boi vai à superfície para respirar. O mamífero marinho é um primo do elefante na água: grande e cinza, mas equipado com barbatanas e rabo achatado, ao invés de tromba e pernas fortes - Brian Skerry/National Geographic Creative
17.mai.2016 - Um peixe-boi vai à superfície para respirar. O mamífero marinho é um primo do elefante na água: grande e cinza, mas equipado com barbatanas e rabo achatado, ao invés de tromba e pernas fortes Imagem: Brian Skerry/National Geographic Creative

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/01/2021 21h34

O Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA abriu uma investigação de abuso animal após um peixe-boi ser encontrado em um rio da Flórida com a palavra "Trump" marcada em suas costas, informou um jornal local hoje (11).

O animal ferido foi encontrado no domingo nas margens do rio Homosassa, a cerca de 160 quilômetros de Orlando. Um vídeo publicado pelo Chronicle mostra o mamífero nadando no rio, com as cinco letras do sobrenome do presidente dos EUA gravadas em suas costas.

Ainda não há informações sobre quem fez a marcação, nem mesmo a maneira que foi feita. O Centro de Diversidade Biológica informou que está oferecendo US$ 5 mil, cerca de R$ 27 mil, por informações "que levassem a uma condenação pela mutilação cruel e ilegal".

"Está claro que quem quer que tenha prejudicado este gigante indefeso e gentil animal é capaz de cometer violência grave e precisa ser preso imediatamente", disse Jaclyn Lopez, a diretora do grupo sem fins lucrativos.

Os peixes-boi são protegidos pela Lei das Espécies Ameaçadas nos EUA. O abuso ao animal é crime federal punível com multa de US$ 50 mil, mais de R$ 270 mil, a até um ano de prisão.

Internacional