PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Pais se chocam ao professora usar palavrão em vídeo na página da escola

Escola no Reino Unido foi criticada após publicação de vídeo - Reprodução/Twitter
Escola no Reino Unido foi criticada após publicação de vídeo Imagem: Reprodução/Twitter

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/01/2021 08h21

Pais de alunos de uma escola primária em Sparkhill, em Birmingham, na Inglaterra, ficaram perplexos ao verem um vídeo postado na página da escola na web na qual uma professora utilizava um palavrão. Nas imagens, ela conversava com colegas até que virava para a tela e falava "fuckers".

Segundo o "Birmingham Live", a gravação foi publicada por engano em uma área utilizada para publicar lições e tarefas para as crianças durante o período de lockdown.

O vídeo se espalhou pelas redes sociais e gerou revolta, levando o diretor da escola, Gurjit Shergill, a enviar uma carta para os pais.

"Isso não acontecerá novamente", afirmou ele. A escola relatou que os funcionários estavam treinando como ministrar aulas online para as crianças.

"A linguagem utilizada neste vídeo é completamente inaceitável e não reflete nossa escola, equipe ou ética. Os professores envolvidos já pediram desculpas para os poucos pais que viram a gravação diretamente, antes que ela fosse removida", garantiu Shergill

Internacional