PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Operador de escavadeira usada para liberar navio em Suez critica memes

Navio Ever Given encalhado no Canal de Suez depois de ser atingido por ventos fortes - nesta foto, uma pá-carregadeira entra em ação - Marina Passos/Autoridade do Canal de Suez - 24.mar.21/AFP
Navio Ever Given encalhado no Canal de Suez depois de ser atingido por ventos fortes - nesta foto, uma pá-carregadeira entra em ação Imagem: Marina Passos/Autoridade do Canal de Suez - 24.mar.21/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/04/2021 15h00

O operador da escavadeira que tentou liberar o navio Ever Given no último mês disse ainda não ter recebido o pagamento pelos dias trabalhados e criticou os memes que emergiram na internet por conta da situação. Em entrevista ao Business Insider, Abdullah Abdul-Gawad, de 28 anos, conta que ele e seus colegas reuniram esforços 21 horas por dia - quase sem dormir - e que ele não achava a situação engraçada.

Abdul-Gawad contou que a equipe descansou em um quartel usado por guardas de fronteira que trabalham nas proximidades durante os dias da missão. "Eles sabiam que, se fôssemos para casa, não nos veriam por mais oito ou nove horas."

A escavadeira virou meme:

O grupo dormia cerca de três horas por noite e, quando o esforço teve sucesso no dia 29 de março, Abdul-Gawad afirmou que ele e seus colegas estavam "quase mortos de exaustão".

"Tínhamos sido forçados ao nosso limite", conta. Entretanto, para eles, o resultado mudou a sensação. "Por mais cansados que estivéssemos, quando vimos o navio partir, foi como se o cansaço tivesse evaporado, por causa da sensação de realização."

A repercussão da cena em forma de memes não agradou o operador, que disse que a situação era na verdade muito perigosa.

"A questão é que eu estava com medo de que o navio pudesse inclinar-se muito para um lado ou para o outro. Porque se ele cai do meu lado, então é adeus para mim, e adeus para a escavadeira", contou.

"Se você vê o tamanho do navio e vê o tamanho da escavadeira, é absolutamente assustador."

Abdul-Gawad realizou a operação de chinelos e, para ele, os memes davam a sensação de que "todo mundo estava apenas tirando sarro" da situação. Mas foi justamente por isso que ele não desistiu do trabalho.

"Foi isso que me deixou tão determinado", disse. "Eu estava tipo: 'você está tirando sarro de mim'. Então, com certeza vou provar que posso fazer isso."

O jovem ainda comentou que a missão era tensa. "Não pode ser realmente engraçado para mim porque eu não sabia se este navio ia sair ou não, e eu estava no meio da situação."

Ele ainda acrescentou: "Eu estava sentindo que, em vez de zombar, as pessoas poderiam realmente fazer algo para me ajudar a acreditar que conseguiria tirar este navio."

Após o sucesso da operação, Abdul-Gawad disse que mal foi incluído nas comemorações e não recebeu nenhum reconhecimento oficial pela sua atuação.

No entanto, ele afirma que sente orgulho de ter participado do trabalho.

"É uma conquista para o Egito primeiro, mas é uma conquista para mim também. Isso é algo que acontece talvez uma vez na vida ou, você sabe, talvez duas vezes. É algo para se orgulhar."

Internacional