PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

Gato é detido no Panamá tentando transportar drogas para uma prisão

Gato foi encontrado com pano amarrado ao corpo - Panama"s Prosecutor Office / AFP
Gato foi encontrado com pano amarrado ao corpo Imagem: Panama's Prosecutor Office / AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/04/2021 11h48

A polícia do Panamá capturou um criminoso improvável em uma prisão no país. O infrator se tratava de um gato branco, que carregava uma variedade de drogas em um pano amarrado ao corpo. O animal tentava entrar na instituição.

O caso aconteceu na última sexta (16), na prisão de Nueva Esperanza, na província caribenha de Colón, cerca de 80 quilômetros ao norte da Cidade do Panamá. A penitenciária abriga mais de 1.700 presos.

gato - Panama's Prosecutor Office / AFP - Panama's Prosecutor Office / AFP
Uma variedade de drogas foi encontrada amarrada ao corpo do gato
Imagem: Panama's Prosecutor Office / AFP

"O animal tinha um pano amarrado no pescoço que continha duas embalagens com 'material vegetal', quatro embalagens com pó branco forradas com plástico transparente e outra com folhas", explicou Andrés Gutiérrez, diretor-geral do Sistema Penitenciário do Panamá.

O procurador do setor de tráfico de drogas de Colón e Guna Yala, Eduardo Rodríguez, disse ao canal Telemetro que o gato possivelmente transportava cocaína, crack e maconha.

As autoridades suspeitam que, para transportar drogas, os animais são enganados com alimentos nos presídios para que voltem com as substâncias ilícitas. A mercadoria é colocada em seus corpos fora da cadeia ou nos pavilhões dos complexos penitenciários.

O Ministério do Governo informou que, assim que as provas foram recolhidas, o gato foi entregue a uma fundação de defesa dos animais. No Panamá, há mais de 18 mil presos distribuídos em 23 prisões, a maioria delas superlotadas.

Anteriormente, as autoridades panamenhas já haviam identificado tentativas de narcotraficantes de introduzir drogas nos centros penitenciários por meio de alimentos, roupas, pombos e até drones.

Em 2020, o Panamá apreendeu 84 toneladas de drogas, principalmente cocaína, enquanto em 2019 confiscou seu número recorde: 90 toneladas.

*Com informações da AFP

Internacional