PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA: Duas mulheres e uma criança de 4 anos são baleadas na Times Square

Policiais na Times Square após um tiroteio que deixou 3 pessoas, incluindo uma criança, feridas - Jeenah Moon/Reuters
Policiais na Times Square após um tiroteio que deixou 3 pessoas, incluindo uma criança, feridas Imagem: Jeenah Moon/Reuters

Do UOL, em São Paulo*

08/05/2021 19h04Atualizada em 08/05/2021 20h50

Duas mulheres e uma criança de 4 anos foram baleadas na tarde de hoje na Times Square, em Nova York, segundo informações da polícia. De acordo com o prefeito de Nova York, Bill de Blásio, as vítimas estão estáveis.

A polícia foi acionada após relatos de tiros disparados na West 44th Street e na 7th Avenue por volta das 17h05 locais (18h05 de Brasília). Inicialmente foram confirmadas duas vítimas: uma mulher e uma criança. Mais tarde, a polícia informou que mais uma mulher estava ferida.

Pelo Twitter, o departamento informou que "devido a uma investigação policial, evite a 44 Street e a 7th Avenue em Manhattan. Espere a presença da polícia na Times Square e atrasos residuais no trânsito nas redondezas."

Segundo a NBC New York, um oficial da polícia disse que as três vítimas foram alvos não intencionais do tiroteio, e uma investigação preliminar sugere que elas não têm qualquer ligação umas com as outras. Todas foram levadas para o Hospital Bellevue.

Ainda de acordo com a imprensa local, uma das vítimas teria 24 anos e foi atingida na coxa, enquanto a outra mulher teria 44 anos e foi baleada no pé.

Segundo o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, o estado de saúde das vítimas é estável. "Os autores desta violência sem sentido estão sendo rastreados e o NYPD os levará à justiça", escreveu no Twitter.

Nenhuma prisão foi feita e a polícia disse que "a investigação está em andamento", sem dar mais detalhes. Uma coletiva de imprensa acontecerá na noite deste sábado.

Times Square, um dos pontos turísticos da metrópole antes da pandemia, mudou desde que todos os cinemas fecharam em março de 2020.

De acordo com um relatório recente da Times Square Alliance, a associação empresarial de bairro, a área registrou 25 crimes violentos no primeiro trimestre de 2021, contra 17 no mesmo período em 2020.

No final de março, a gravação em vídeo do ataque a um homem de 60 anos de origem asiática no bairro causou choque no país.

Um homem com antecedentes criminais, que vivia em um hotel perto da Times Square convertido em centro de recepção para moradores de rua, foi preso e indiciado pelo crime.

Os cinemas de bairro começarão a reabrir em 14 de setembro, e o prefeito de Nova York anunciou recentemente uma grande campanha para reviver o turismo a partir de junho.

Os tiroteios em Nova York aumentaram dramaticamente desde o verão de 2020 e os protestos contra a violência policial que se seguiram à morte de George Floyd em Minneapolis, gerando polêmica sobre as causas e soluções para esse aumento, seis semanas antes das primárias para as eleições municipais.

De acordo com as últimas estatísticas oficiais, Nova York teve 149 tiroteios em abril, contra 56 em abril de 2020 (+ 166%). O crime em geral aumentou 30% durante o mesmo período.

*Com AFP

Internacional