PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Mulher descobre passagens secretas assustadoras em casa alugada

Norte-americana tenta passar por porta minúscula encontrada em sua casa - Reprodução
Norte-americana tenta passar por porta minúscula encontrada em sua casa Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

08/05/2021 12h30Atualizada em 08/05/2021 12h54

Uma mulher descobriu passagens secretas assustadoras em sua casa nova nos Estados Unidos, e passou a compartilhar no TikTok tudo o que encontrou.

Jaclyn Williams, 29, se mudou com a família para a casa nova há dois meses. Logo depois de se instalar, ela notou algo "estranho" na casa, uma sensação de que as coisas não andavam muito bem.

Então ela decidiu explorar e descobriu que na casa alugada havia passagens secretas ao redor de toda a propriedade e um espaço secreto sobre a escada interna, uma "casa perfeita para assassinos em série", comentou um de seus seguidores.

Em um dos vídeos, Jaclyn abre uma janela ao lado da escada e encontra uma sala vazia, cheia de folhas secas. É apenas um exemplo. Em outros vídeos, ela revelou espaços secretos com passagens estreitas por toda a casa.

A residência, construída em 1959, conta com interruptores de luz invertidos, uma sala trancada, fios pendurados na maioria das paredes e 16 câmeras de segurança funcionando. Dentro de algumas passagens secretas, também há lixo.

"Meu marido mencionou um espaço para rastejar entre o primeiro e o segundo andar", conta Jaclym. "Eu nunca tinha ouvido falar disso."

Uma das experiências mais inusitadas ocorreu quando ela subiu para um andar "onde havia uma porta minúscula que levava a outra porta minúscula, com vista para o quarto de baixo", conta.

Nessas salas, ela cita "muitos recibos antigos que datam de 2004", além de uma "escrita assustadora na parede", tachinhas cobrindo toda a parede de um dos espaços, um antigo distintivo da Associação de Tênis dos Estados Unidos "e algumas coisas que ainda não consegui identificar", afirmou.

Jaclyn planeja agora ligar para o proprietário para perguntar mais sobre a história da casa.

Internacional