PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Espanhola proíbe que família compareça ao seu funeral: 'Fiquem longe'

Apenas 15 pessoas estavam autorizadas a comparecer à cerimônia fúnebre  - Reprodução/Twitter
Apenas 15 pessoas estavam autorizadas a comparecer à cerimônia fúnebre Imagem: Reprodução/Twitter

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/06/2021 18h28

Uma mulher espanhola chamada María Paz Fuentes Fernández, de Lugo (Espanha), que morreu no dia 2 de junho, deixou preparada uma carta dizendo quem estava autorizado a comparecer ao funeral. A mulher deixou claro no documento que membros da sua família não seriam bem-vindos à cerimônia.

"Seguindo meus princípios e a minha maneira particular de dizer as coisas, decido que: há muito tempo minha família não é de sangue (não é grata), então imponho a minha última vontade para que só deixem assistir o funeral as pessoas a seguir", escreveu.

Em seguida, ela menciona 15 pessoas que estariam autorizadas a prestigiar seu funeral. Abaixo, conclui: "Os demais que jamais se preocuparam durante minha vida, desejo que continuem tão longes como sempre estiveram."

A postagem foi compartilhada nas redes sociais por um jornalista espanhol após ser publicado no Jornal El Progreso de Lugo, e logo viralizou, dividindo opinião de usuários do Twitter.

"É triste morrer com amargura, obituários como esses marcam a importância do perdão", "Talvez seja por isso que ela ficou sozinha", "Haverá tensão na igreja com certeza", escreveram algumas pessoas.

Internacional