PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Indiana desaparecida é encontrada vivendo na casa do namorado após 11 anos

O casal indiano após ser encontrado pela polícia - Reprodução/Manorama News
O casal indiano após ser encontrado pela polícia Imagem: Reprodução/Manorama News

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/06/2021 15h22Atualizada em 11/06/2021 18h30

A jovem Sajitha foi encontrada viva após passar 11 anos desaparecida. A indiana havia sumido de sua família em 2010, quando tinha 18 anos, conforme relatou o Daily Star.

Nascida na aldeia Ayalur em Palakkad, na Índia, Sajitha ficou por mais de uma década escondida na casa de seu namorado, Alinchuvattil Rahman, em uma residência que fica apenas a 500 metros de distância do local onde ela morava com sua família.

Como eram de religiões diferentes, Sajitha e Rahman foram proibidos de ficarem juntos e se casarem. Assim, a indiana decidiu deixar tudo para trás e foi abrigada pelo parceiro em um quarto, na casa onde ele morava com os pais.

Durante esse período, a jovem permaneceu em um cômodo, que continha uma televisão e fones de ouvido. A janela havia sido adaptada para que ela pudesse escapar para idas rápidas ao banheiro. Quando não havia ninguém em casa, ou durante a noite, ela também andava livremente.

O irmão de Rahman, Basheer, contou ao Indian Express que o rapaz às vezes ficava nervoso quando alguém tentava entrar em seu quarto e sempre mantinha a porta trancada.

"Às vezes ele se comportava como uma pessoa mentalmente perturbada e ficava violento se alguém tentasse entrar em seu quarto", disse.

A estratégia deu certo por bastante tempo, até que sua família começou a procurar uma moça para ser sua futura esposa. Com medo de que a relação com Sajitha fosse prejudicada, o casal decidiu fugir, e passou a viver em outro vilarejo.

A família da mulher desaparecida havia registrado um boletim de ocorrência da época do sumiço, o que levou a polícia a rastrear a dupla e avisar aos parentes que Sajitha estava viva e bem.

"A história deles parece incomum, mas levamos o casal à casa de Alinchuvattil e eles nos contaram como Sajitha viveu secretamente em um único quarto por todos esses anos", disse o oficial da polícia de Nenmara, Deepa Kumar.

O casal continuará vivendo juntos, mas, dessa vez, em liberdade.

Internacional