PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

38 mulheres e 89 filhos: Pai da 'maior família do mundo' morre na Índia

Foto de 2011 mostra o indiano Ziona Chana (em pé à dir.), conhecido como "pai da maior família do mundo", com as 38 mulheres e seus mais de 80 filhos - REUTERS/Adnan Abidi
Foto de 2011 mostra o indiano Ziona Chana (em pé à dir.), conhecido como 'pai da maior família do mundo', com as 38 mulheres e seus mais de 80 filhos Imagem: REUTERS/Adnan Abidi

Do UOL, em São Paulo

14/06/2021 11h06Atualizada em 14/06/2021 15h28

O indiano Ziona Chana, conhecido como o 'pai da maior família do mundo', morreu no último domingo aos 76 anos. Líder de um grupo espiritual que permitia a poligamia, ele deixou 38 mulheres e 89 filhos.

Chana vivia com a família na aldeia Baktawng, no estado de Mizoram, no nordeste da Índia. A morte foi confirmada pelo ministro chefe de estado, Zoramthanga, no Twitter. Na mensagem, ele ainda agradeceu Chana por ter feito da região uma grande atração turística, apesar de não haver registro oficial de qual seria a maior família do mundo.

Segundo o jornal India Today, Chana estava doente desde o dia 7 de junho e foi internado quatro dias depois. Ele tinha diabetes e hipertensão. A causa da morte ainda não foi divulgada.

A seita da qual era líder, chamada "Chana Pawl", foi fundada pelo avô do indiano em 1942 e conta com centenas de famílias. Todos os cerca de 2000 seguidores do grupo moram ao redor da casa de Chana.

O indiano se casou com sua primeira mulher em 1945, quando ele tinha 17 anos. Em entrevista à Reuters, em 2011, ele contou que em um único ano ele se casou com dez mulheres.

Internacional