PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

De safira a meteorito, sortudos mudam de vida achando pedras preciosas

Diamante azul raro foi encontrado por mineradora britânica na África do Sul e vendido por US$ 40 milhões - Reprodução/ Instagram/ Petra Diamonds Limited
Diamante azul raro foi encontrado por mineradora britânica na África do Sul e vendido por US$ 40 milhões Imagem: Reprodução/ Instagram/ Petra Diamonds Limited

Do UOL, em São Paulo

31/07/2021 04h00Atualizada em 31/07/2021 21h44

Com cores vibrantes, únicas e que fascinam, pedras preciosas movimentam um mercado bilionário no mundo. Ao mesmo tempo, elas estão nas mãos de pouquíssimas pessoas, seja como joias ou como material bruto ainda a ser lapidado em troca de muito dinheiro. Para além da preciosidade que essas pedras têm por si próprias, cientistas dizem que elas são como "mensagens em garrafas", pois podem dar pistas sobre as forças físicas, químicas e tectônicas extremas que agem ou agiram nas profundezas da Terra.

A seguir você encontrará alguns desses achados, de minas de exploração mineral a quintais de casa, em casos que, por vezes, mudam a vida de sortudos que se transformam em milionários instantâneos. A inveja é livre.

1. Sorte intergaláctica

No final do ano passado, Josua Hutagalung, um fabricante de caixões da Indonésia, virou um milionário da noite para o dia. Isso só aconteceu porque um meteorito, avaliado em mais de R$ 10 milhões, atingiu o telhado da sua casa. Teria o cosmo ajudado o trabalhador?

A "pedra martelo", como ficou chamada a rocha espacial principal, pesava 1,8 kg. Não demorou para que interessados no achado procurassem Josua, que a vendeu por valor que equivale a 30 anos do seu salário na época.

foto 1 - Reprodução/Youtube/Dedi Hieranto - Reprodução/Youtube/Dedi Hieranto
Rocha espacial encontrada pode conter pistas sobre origem da vida
Imagem: Reprodução/Youtube/Dedi Hieranto

2. Duas pedras, 14 kg e um saldo bancário modificado

Há mais de um ano, o minerador independente da Tanzânia Saniniu Kuryan Laizer, de 52 anos, encontrou duas pedras preciosas chamadas de tanzanita. Juntas, as duas pesavam 14,37 kg e estavam nas montanhas de Mererani, no norte do país.

Laizer vendeu as duas peças por incríveis 7,7 bilhões de xelins, o equivalente a cerca de 17 milhões de reais na cotação atual.

foto 1 - Filbert Rweyemamu/AFP - Filbert Rweyemamu/AFP
Minerador na Tanzânia tornou-se milionário após vender ao governo duas das maiores peças de tanzanita, uma pedra preciosa
Imagem: Filbert Rweyemamu/AFP

3. Raio não cai duas vezes no mesmo lugar?

Bom, se dependeer de Saniniu Kuryan Laizer, do caso anterior, ele vai continuar com a conta bancária com saldo milionário por um bom tempo. Pouco mais de um mês após achar as duas peças de pedras preciosas, ele encontrou mais uma tanzanita, desta vez pesando 6,3 kg e avaliada em 1,5 milhão de libras esterlinas - o equivalente a R$ 10,5 milhões.

4. Safiras de quintal

Agora na Ásia, autoridades do Sri Lanka anunciaram a descoberta de uma grande rocha com um conglomerado de safiras no quintal da casa de um homem identificado como Sr. Gamage. Tudo começou quando ele contratou trabalhadores para escavar um poço no local.

A história fica melhor pela coincidência de que Gamage é um comerciante de pedras preciosas, ou seja, nem deve ter tido dificuldade para saber que a rocha, de 510 kg, valia muito dinheiro: incríveis 515 milhões de reais.

foto 4 - Reprodução/Arquivo Pessoal - Reprodução/Arquivo Pessoal
Imagem das autoridades medindo a rocha de safiras
Imagem: Reprodução/Arquivo Pessoal

5. Diamante azul raro

Em abril, a mineradora internacional Petra Diamonds Limited, sediada no Reino Unido, recuperou um diamante azul de 39,34 quilates "de qualidade excepcional, tanto em termos da sua cor como clareza". O achado ocorreu na mina Cullinan, na África do Sul.

De acordo com a Bloomberg, a venda foi realizada no começo de julho, entre a Petra e a produtora De Beers and Diacore, e rendeu mais de US$ 1 milhão por quilate (200mg). Esta é a maior venda de uma gema feita pela Petra. Diamantes azuis estão entre os mais raros e valiosos do mundo e a mina que o diamante foi encontrado já pertenceu ao conglomerado de mineração da De Beers.

6. 442 quilates de sorte

Novamente na África, um diamante foi encontrado por uma mineradora, a Gem Diamonds, no Lesoto. Trata-se de um diamante de 442 quilates, do tamanho de uma bola de tênis, avaliado em 18 milhões de dólares, o equivalente a mais de 92 milhões de reais.

foto 6 - Reprodução/Gem Diamonds - Reprodução/Gem Diamonds
Diamante que custa R$ 100 milhões é encontrado por mineradora
Imagem: Reprodução/Gem Diamonds

7. Testa é melhor que cofre

Em fevereiro deste ano, o rapper Lil Uzi Vert implantou um diamante rosa na testa. A pedra preciosa é avaliada em US$ 24 milhões, o equivalente a R$ 122 milhões na cotação atual. Dias antes, ele tinha anunciado que estava pagando pela pedra desde 2017.

Quase uma semana depois, ele foi além da implantação do diamante na testa. No seu Twitter, ele manifestou ser a favor da tecnologia desenvolvida por Elon Musk para colocar um chip no cérebro. Passadas mais algumas semanas do implante, ele revelou ter feito a intervenção cirúrgica por receio de perder a pedra se a usasse em apetrechos.

foto 7 - Imagem ilustrativa - Reprodução/Instagram - Imagem ilustrativa - Reprodução/Instagram
Rapper Lil Uzi Vert implanta diamante na testa
Imagem: Imagem ilustrativa - Reprodução/Instagram

Internacional