PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
4 meses

Itamaraty lembra brasileiros mortos em 11/9 e presta solidariedade aos EUA

11.set.2001 - Atentado terrorista de 11 de Setembro de 2001 nos EUA: a torre sul do World Trade Center é atingida por avião enquando a torre norte exala fumaça negra durante ataque terrorista em Nova York (EUA - REUTERS/Sean Adair
11.set.2001 - Atentado terrorista de 11 de Setembro de 2001 nos EUA: a torre sul do World Trade Center é atingida por avião enquando a torre norte exala fumaça negra durante ataque terrorista em Nova York (EUA Imagem: REUTERS/Sean Adair

Do UOL, em São Paulo

11/09/2021 12h03

No dia em que o atentado de 11 de setembro de 2001 aos Estados Unidos completa 20 anos, o governo federal brasileiro, por meio do ministério de Relações Exteriores, divulgou uma nota de solidariedade ao governo norte-americano e às vítimas do ataque, que deixou quase 3 mil mortos.

"Por ocasião dos 20 anos dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, que deixaram milhares de mortos e feridos, inclusive três brasileiros, o governo brasileiro renova sua solidariedade às famílias das vítimas, ao povo e ao governo dos Estados Unidos da América", diz a carta.

O ministério também ressaltou que repudia o terrorismo "em todas as suas formas". "Todo ato de terrorismo constitui, em si, crime injustificável. O Brasil reitera seu repúdio ao terrorismo em todas suas formas e mantém seu compromisso de trabalhar com a comunidade internacional para combater esse flagelo e a suas causas".

Ao final, o governo brasileiro citou o trabalho de preservação da paz no Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas).

"Durante seu décimo-primeiro mandato como membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, em 2022-2023, o Brasil continuará a atuar na prevenção e na resolução de ameaças à paz e segurança internacionais, inclusive o terrorismo, de acordo com os princípios consagrados na Carta das Nações Unidas", concluiu.

Hoje, autoridades norte-americanas prestam solidariedade em diversas cerimônias pelos Estados Unidos. O presidente, Joe Biden, e os ex-presidentes Barack Obama e Bill Clinton participaram de uma homenagem no Marco Zero, onde ficavam localizadas as torres gêmeas. O ex-presidente George W. Bush, que era o presidente à época, também discursará em outro evento.

Biden também irá à Shanksville, na Pensilvânia, onde o voo 93 da United Airlines caiu. Por fim, o presidente volta a Washington, onde termina o dia visitando o Pentágono.

Internacional