PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Prefeito de NY marca Bolsonaro em post que informa locais de vacinação

Do UOL, em São Paulo

20/09/2021 20h37Atualizada em 20/09/2021 22h55

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, marcou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em uma publicação contendo um link para o site que lista todos os locais de vacinação contra a covid-19 na cidade. O brasileiro, que está em Nova York para discursar amanhã na 76ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), até hoje diz não ter sido imunizado.

Mais cedo, de Blasio já havia cobrado líderes mundiais para que se vacinassem contra a covid-19 e disse, citando Bolsonaro, que quem se recusa a fazê-lo não deveria nem participar da cerimônia.

Bolsonaro é o único dos 19 chefes de Estado do G20 — grupo das maiores economias do mundo, mais a União Europeia — que declarou não ter sido vacinado contra a covid-19, segundo levantamento da BBC.

O presidente brasileiro chegou ontem à tarde a Nova York, acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro e de um dos seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), além dos ministros Gilson Machado (Turismo), Marcelo Queiroga (Saúde) e Augusto Heleno (Secretaria-Geral), entre outras autoridades.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), adversário político de Bolsonaro, compartilhou a mensagem de Blasio e escreveu: "Senhor prefeito, nossos cumprimentos. Esperamos que você nos perdoe. Bolsonaro não representa o povo brasileiro!"

Hoje, o único compromisso de Bolsonaro pela manhã foi uma reunião com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson.

Integrante da comitiva com covid-19

Um diplomata que integra a comitiva brasileira que está em Nova York para a 76ª Assembleia Geral da ONU recebeu diagnóstico positivo para covid-19. A informação foi revelada pela CNN Brasil e confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo com uma fonte que integra a delegação.

O diplomata não estava no mesmo voo de Bolsonaro, tendo chegando antes a Nova York, segundo informações preliminares. Ele é parte da equipe precursora do governo que organizou os preparativos para a viagem, antes do desembarque do presidente e dos ministros, no último domingo (19).

Assessores do Itamaraty e da Presidência não confirmam a informação até o momento. O integrante contaminado está isolado em um quarto do hotel, segundo fontes do Estadão, até que seja submetido a outro teste de covid-19 e que a delegação brasileira consiga rastrear com quais pessoas ele teve contato.

(Com AFP e Estadão Conteúdo)

Coronavírus