PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

Pescadores 'batalham' durante 1 hora com tubarão de quase 250 kg

Pescador fisgou tubarão e lutou por 1 hora para conseguir medidas do peixe, que é extraoficialmente maior já visto no Reino Unido - Reprodução/Facebook/Simon Davidson
Pescador fisgou tubarão e lutou por 1 hora para conseguir medidas do peixe, que é extraoficialmente maior já visto no Reino Unido Imagem: Reprodução/Facebook/Simon Davidson

Do UOL, em São Paulo

26/09/2021 14h55Atualizada em 26/09/2021 18h45

Sete pescadores lutaram por 1 hora para conseguir puxar um tubarão de cerca de 250 kg para perto de seu barco, na costa do Reino Unido.

Idealizador da "expedição", o encanador Simon Davidson, de 39 anos, foi até a costa de Devon já sabendo da forte presença de tubarões-sardos na região, mas conta que se surpreendeu com o resultado do passeio, que foi acompanhado por um profissional na captura dos peixes locais, identificado como Daniel Hawkins.

"Eu aluguei esse bote por dois dias e ele (o tubarão) veio no segundo. Foi de longe o maior que nós pegamos", declarou o pescador amador em entrevista ao tabloide britânico Daily Mail. "Alguém mordeu minha isca, mas eu não pensei que era um bicho grande pois ele não havia começado a lutar".

Depois de avistar o peixe cartilaginoso, parente do famoso tubarão-branco, Davidson e os colegas iniciaram uma luta para trazê-lo para perto do barco em uma disputa que, segundo o pescador, chegou a deixar seu corpo dolorido.

Em um primeiro momento, os sete homens juntaram forças para manter o tubarão na lateral da embarcação para conseguir medir seu comprimento: 2,13 metros. Com a estimativa de seu peso chegando a quase 250 kg, o tubarão-sardo visto pela equipe seria o maior da espécie a ser capturado nas águas britânicas.

Apesar do recorde extraoficial, Davidson e seus amigos não poderão registrar a conquista no livro britânico de pescaria, já que a comissão que avalia os feitos obriga que os animais sejam pesados em terra, enquanto o tubarão medido pelos homens em 15 de setembro não foi morto e voltou ao mar.

A maioria dos pescadores locais não é adepto do sacrifício de tubarões, medindo os animais e apenas estimando seu peso, de acordo com o Daily Mail.

Apesar de serem grandes e pesados, os tubarões-sardos não costumam representar uma ameaça a seres humanos, já que não se aproximam de faixas de areia e se alimentam de outros animais marinhos.

Internacional