PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Mergulhador acha espada com 900 anos que pode ter sido das Cruzadas

Espada com 900 anos é encontrada por mergulhador no mar Mediterrâneo - Reprodução/Twitter
Espada com 900 anos é encontrada por mergulhador no mar Mediterrâneo Imagem: Reprodução/Twitter

Colaboração para o UOL

19/10/2021 11h17Atualizada em 19/10/2021 15h27

Um mergulhador amador encontrou no Mar Mediterrâneo, em Israel, uma espada com 900 anos, que pode ter sido usada por um cavaleiro templário na época das Cruzadas.

Especialistas disseram que a antiga espada provavelmente foi encontrada depois que a areia foi deslocada pelas ondas. Pesando quase 2 kg e medindo 1,2 metros, ela agora será limpa e restaurada para ser colocada em exposição.

A espada encontrada pelo mergulhador pesa quase 2 kg e mede 1,20 metro - Reprodução/Israel Antiques Authority - Reprodução/Israel Antiques Authority
A espada encontrada pelo mergulhador pesa quase 2 kg e mede 1,20 metro
Imagem: Reprodução/Israel Antiques Authority

A espada estava incrustada na vida marinha, mas em "perfeitas condições", de acordo com Nir Distelfeld, um oficial do IAA (Autoridade de Antiguidades de Israel).

Em um comunicado, ele descreveu-a como um "belo e raro achado", que provavelmente pertencia a um cavaleiro cruzado.

É emocionante encontrar um objeto tão pessoal, que leva você 900 anos de volta no tempo para uma era diferente, com cavaleiros, armaduras e espadas.

Durante esse período, que durou do final do século 11 até o final do século 13, assentamentos fortificados foram construídos na Terra Santa por cavaleiros da Europa que tentavam estabelecer um reino cristão com Jerusalém como sua capital. Eles lutavam contra os muçulmanos, que haviam dominado a região.

Ao todo, ocorreram nove Cruzadas oficiais, entre os séculos XI e XIII, período da Idade Média, na Europa. Como as forças muçulmanas não viajavam por mar, especialistas disseram que provavelmente a espada era uma arma dos cavaleiros tremplários.

Internacional