PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Foca é resgatada após passar mais de 1 semana nadando com lata presa à boca

Foca foi vista 1 semana antes de resgate nas águas da Irlanda, mas acabou fugindo - Reprodução/Youtube
Foca foi vista 1 semana antes de resgate nas águas da Irlanda, mas acabou fugindo Imagem: Reprodução/Youtube

Do UOL, em São Paulo

22/10/2021 11h19Atualizada em 22/10/2021 19h02

Uma foca foi resgatada às margens do rio Clyde, na Escócia, após passar mais de uma semana nadando com uma lata de energético presa à boca.

O animal foi encontrado por agentes da polícia marinha britânica em 17 de outubro. Segundo comunicado do Ministério da Defesa do Reino Unido, ele estava com a lata fortemente presa aos dentes inferiores, o que obrigou os oficiais a imobilizarem a foca.

"Ela parecia calma e disposta a ver a nossa chegada como uma ajuda", disse o agente Wilkie, um dos envolvidos no resgate, na nota publicada pelo site britânico Helensburgh Advertiser.

"O agente Kerr tentou retirar a lata, mas os dentes incisivos tinham perfurado a mesma, impedindo uma remoção fácil", explicou Wilkie, mencionando o colega que o acompanhou na missão em terra firme, logo após os dois voltarem de uma operação de rotina no rio.

Ele mencionou ainda que a foca parecia desconfortável e tentou fugir nas primeiras tentativas de retirada da lata, quase caindo em uma galeria pluvial.

"Felizmente, eu consegui agarrar a foca enquanto o oficial Kerr segurou sua cabeça e retirou a lata de seu maxilar. Eu chequei algumas vezes e não vi ferimentos. Logo depois ela virou as costas para nós e voltou à água, nadando rapidamente em direção ao fundo, para nossa alegria e alívio", concluiu.

Depois do resgate, realizado no último final de semana, autoridades do Ministério da Defesa disseram ter recebido informações de que a foca já havia sido avistada várias vezes na costa da Irlanda, mais de uma semana antes de ser encontrada pelos oficiais, com a lata já presa à boca.

A polícia do porto de Belfast chegou a tentar ajudar o animal, mas ele acabou fugindo da região e não foi mais visto nos dias seguintes.

Na nota enviada à imprensa, o Ministério da Defesa britânico aproveitou para alertar os cidadãos para que tomem cuidado ao descartar seu lixo.

Internacional