PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Airbus A340 pousa na Antártida pela primeira vez na história; assista

Voo aconteceu em 2 de novembro, mas vídeo mostrando aventura foi publicado apenas ontem  - Reprodução/Youtube/Hi Fly
Voo aconteceu em 2 de novembro, mas vídeo mostrando aventura foi publicado apenas ontem Imagem: Reprodução/Youtube/Hi Fly

Do UOL, em São Paulo

24/11/2021 18h01Atualizada em 24/11/2021 18h01

Pela primeira vez na história, um Airbus 340 pousou na Antártida, o continente mais ao sul do Planeta Terra. O voo foi pensado pela companhia Hi Fly, especializada no chamado "wet lease", em que a empresa aluga a aeronave, incluindo tripulação, para terceiros, em um esquema de arrendamento.

O Hi Fly 801 decolou da Cidade do Cabo, na África do Sul, no último dia 2 de novembro, contratado pelo acampamento Wolf's Fang, que criou uma rede de hotelaria alternativa na paisagem gelada, oferecendo "luxo e aventura" para seus hóspedes. O vídeo mostrando a empreitada foi publicado ontem no site da própria operadora de voos.

O principal objetivo da viagem, segundo a CNN Internacional, era levar suprimentos essenciais até o resort, já que sua localização remota dificulta o reabastecimento de itens básicos. O projeto Wolf's Fang é desenvolvido pela companhia de turismo White Desert, especializada em turismo de luxo no continente.

A tripulação do Hi Fly 801 foi liderada pelo capitão Carlos Mirpuri, que ainda é vice-presidente da companhia de arrendamentos. Ele também foi o responsável pela viagem de volta à Cidade do Cabo.

Cada voo levou pouco mais de cinco horas e a equipe permaneceu menos de três horas no continente gelado antes de voltar ao solo africano.

A aeronave pousou em uma pista do próprio Wolf's Fang, classificada como nível C, apesar de, tecnicamente, não pertencer a um aeroporto. Na linguagem da aviação, isso quer dizer que apenas uma tripulação altamente especializada pode voar até o local, dadas suas condições extraordinárias, explicou a CNN.

"Quanto mais frio melhor", afirmou o capitão Mipuri em seu diário de bordo. "Ranhuras foram feitas na pista com equipamento especial, e, depois da limpeza e do entalhe, nós temos um coeficiente de frenagem adequado: com a pista de 3.000 metros de comprimento, aterrissar e parar um A340 tão pesado não deveria ser um problema", completou.

Um Airbus A340 tem capacidade para 380 passageiros, divididos em três classes, e 419, divididos em duas. Quando o assunto é carga, o avião comporta até 90 toneladas, segundo o site especializado Airway.

Quando o assunto é sua ida até locais extremos, como a Antártida, o capitão Mipuri destaca um último desafio: a reflexão causada pela paisagem tomada pelo branco, que exige equipamento especial.

"A reflexão é tremenda e protetores oculares corretos te ajudam a ajustar seus olhos entre a vista do lado de fora e a instrumentação. O piloto fora de exercício também tem um papel importante em fazer observações extras, especialmente nos estágios finais da chegada".

Internacional