PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Papa Francisco é chamado de 'herege' por padre ortodoxo em Atenas

Papa Francisco durante discurso em Atenas - Yorgos Karahalis/Pool via Reuters
Papa Francisco durante discurso em Atenas
Imagem: Yorgos Karahalis/Pool via Reuters

04/12/2021 19h20

O Papa Francisco foi chamado de "herege" pelo padre ortodoxo Ioannis Diotis, durante sua visita ao arcebispado ortodoxo em Atenas, na Grécia, neste sábado.

Diotis chamou o papa de herege quando o pontífice entrava no arcebispado para se encontrar com o chefe da Igreja Ortodoxa Grega. O padre ortodoxo foi controlado pela polícia e retirado do local.

"Eu disse que ele é um herege, para se arrepender. É inaceitável o Papa na Grécia, ele deveria se arrepender", afirmou Diotis após o ataque verbal, em entrevista a jornalistas que acompanharam a situação.

Não é a primeira vez que um papa sofre ataques de membros da Igreja Ortodoxa ao visitar a Grécia.

Em 2001, João Paulo II foi recebido com protesto por monges e clérigos da denominação em sua visita ao país. Era a primeira visita de um pontífice desde que cristãos ocidentais e orientais se separaram no chamado Grande Cisma, em 1054.

Naquela visita, o então papa pediu desculpas aos cristãos ortodoxos pelos erros cometidos pelos católicos ao longo de séculos. A iniciativa ajudou a tornar menos tensa a relação entre as duas igrejas.

Internacional