PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Camelos são desclassificados de concurso de beleza por uso de botox

Imagem em festival de camelos King AbdulAziz feita em 2020; este ano, jurados usam sistema para detectar "embelezamento" artificial dos animais  - Reprodução/Youtube/Abdur Rahim
Imagem em festival de camelos King AbdulAziz feita em 2020; este ano, jurados usam sistema para detectar "embelezamento" artificial dos animais Imagem: Reprodução/Youtube/Abdur Rahim

Do UOL, em São Paulo

08/12/2021 20h38Atualizada em 09/12/2021 09h19

Quarenta camelos foram desclassificados de um concurso de beleza na Arábia Saudita depois que seus donos foram acusados de "realçar" a beleza dos animais com o uso de procedimentos estéticos como o botox.

O festival King Abdulaziz, um evento anual no país, começou no início do mês e reúne criadores de camelos para competir por prêmios que somam US$ 66 milhões (cerca de R$ 370 milhões na cotação atual), informou o jornal britânico The Guardian, com informações da agência de notícias estatal saudita.

Os camelos desclassificados da competição teriam quebrado as regras previstas em regulamento que proíbem a aplicação de injeções de toxina botulínica, lift facial - procedimento cirúrgico para eliminar rugas na face e no pescoço - e "outras alterações cosméticas" com a intenção de tornar os animais "mais atraentes", detalhou a mídia britânica.

Os jurados decidem quem será o vencedor do concurso de beleza com base no formato da cabeça, pescoço e corcovas dos competidores, além da postura. O evento é realizado durante todo o mês de dezembro no meio de um deserto ao norte de Riyadh, capital saudita.

Os organizadores adotaram um protocolo especial para fechar o cerco contra candidatos artificialmente tratados, usando tecnologias "avançadas e especializadas" para detectar interferências, declarou a agência de notícias estatal.

As autoridades descobriram que dezenas de criadores esticaram os lábios e narizes dos camelos, usaram hormônios para potencializar seus músculos, injetaram botox na cabeça e lábios para dar mais volume, usaram preenchimento para dar uma aparência mais "relaxada" aos seus rostos e moldaram outras partes do corpo dos animais com auxílio de faixas elásticas.

"O júri está interessado em fisgar todos os atos de falsificação e fraude no embelezamento de camelos", concluiu a matéria da agência saudita de notícias, acrescentando que os organizadores irão "impor penalizações duras aos manipuladores".

Além do concurso de beleza entre camelos, o evento também sedia corridas entre animais, feiras de produtos diversos e outras festividades com shows de dança e música e a participação de milhares de dromedários, com o objetivo de preservar a importância dos camelos na cultura local, uma indústria multimilionária.

Internacional