PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
4 meses

Forças russas possuem crematório móvel para "evaporar" soldados mortos

Do UOL, em São Paulo

25/02/2022 16h58

Um equipamento utilizado como "crematório móvel" foi visto sendo utilizado pelas forças russas, segundo informação divulgada inicialmente pelo site britânico "The Telegraph" e confirmado pela rede de TV americana FOX News, nesta sexta-feira (25).

Essas máquinas seriam usadas como forma de minimizar o aparecimento de eventuais baixas militares russas, de acordo com o secretário de Defesa britânico, Ben Wallace. A Ucrânia fala em 2,8 mil soldados russos mortos até agora. O governo da Rússia, no entanto, ainda não se manifestou sobre o assunto.

Um vídeo, gravado em 2014, mostra de como seria esse maquinário e qual a sua capacidade. (Assista ao vídeo do Telegraph abaixo)

As forças militares russas avançam rapidamente em direção a Kiev, capital da Ucrânia —o início do ataque começou ainda pela madrugada (horário de Brasília). As sirenes de emergência voltaram a soar na manhã de hoje na cidade, em meio a novos bombardeios da Rússia. Um caça ucraniano foi abatido.

Ontem (24), a Rússia invadiu o território ucraniano e atacou instalações militares por todo o país. O ataque aconteceu por terra, mar e ar, relataram veículos de imprensa internacionais e o governo ucraniano.

As forças de Putin dispararam mais de 160 mísseis contra alvos militares ucranianos. Na tentativa de fuga, milhares de moradores começaram a deixar a capital Kiev ainda ontem, formando longas filas de carros nas estradas, em postos de gasolina. Filas se formaram também em supermercados e caixas eletrônicos.

Os russos entraram pelo norte, sul e leste da Ucrânia, em uma ofensiva que, segundo o presidente Volodímir Zelensky, matou 137 civis —uma criança entre eles— e deixou mais de 300 feridos.