PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
3 meses

Rússia ameaça deixar astronauta americano no espaço após sanções, diz TV

Mark Vande Hei é o astronauta que está há mais tempo na Estação Espacial Internacional, projeto colaborativo entre EUA, Rússia e outros países - Bill Stafford and Robert Markowitz/Nasa
Mark Vande Hei é o astronauta que está há mais tempo na Estação Espacial Internacional, projeto colaborativo entre EUA, Rússia e outros países Imagem: Bill Stafford and Robert Markowitz/Nasa

Do UOL, em São Paulo

11/03/2022 16h23Atualizada em 11/03/2022 22h17

O chefe da agência espacial da Rússia, Dmitry Rogozin, ameaçou abandonar o astronauta norte-americano Mark Vande Hei no espaço após os Estados Unidos anunciarem sanções contra o país pela invasão da Ucrânia. A informação é do canal norte-americano ABC.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou no fim de fevereiro que ia barrar a exportação de itens de alta tecnologia para o país do Leste Europeu, para afetar a indústria aérea e o programa espacial russo.

Acompanhe as últimas notícias e análises sobre o conflito Rússia x Ucrânia no UOL News:

Rogozin respondeu à sanção com uma série de publicações nas redes sociais. De acordo com a emissora, ele publicou um vídeo em russo em que ameaça deixar Vande Hei no espaço e desconectar o segmento russo da Estação Espacial Internacional, projeto que existe há mais de 20 anos com participação dos EUA, Rússia, Japão, Europa e Canadá.

Com 355 dias a bordo, Vande Hei é o astronauta que passou mais tempo na estação, que fica a 408 km da órbita da Terra. O retorno dele está marcado para o final deste mês, em uma nave russa, junto de dois cosmonautas do país.

A Nasa (agência espacial dos Estados Unidos) não comentou a afirmação até o momento.

O astronauta Scott Kelly, que passou 340 dias na estação, condenou a ameaça russa. "É inimaginável que o programa espacial russo abandone no espaço alguém que eles têm a responsabilidade de trazer para casa. Não vejo isso acontecendo", disse ele, que trocou farpas com Rogozin nas redes sociais. "Mesmo assim, talvez eles façam isso. Eu não sei".