PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
2 meses

Fronteira paraguaia tem assassinato e ação de pistoleiro em 24h; veja vídeo

Herculano Barreto Filho

Do UOL, em São Paulo

09/04/2022 15h34

Em um intervalo de apenas 24 horas, dois episódios de violência foram registrados na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, próximo à divisa com a brasileira Ponta Porã (MS). Levantamento feito pelo UOL registrou uma série de 28 assassinatos atribuídos ao narcotráfico em 2021 em três meses —média de um homicídio a cada três dias em área onde atua o PCC (Primeiro Comando da Capital).

Um brasileiro foi encontrado morto nesta sexta-feira (8), agachado em meio a pilhas de pneus em uma oficina mecânica com ao menos 27 cápsulas de arma calibre 9 mm, próximas ao corpo. Hoje, um vídeo flagrou o ataque de um pistoleiro em uma moto, que chegou disparando contra um homem.

Brasileiro Romulo Calonga Medina foi assassinado a tiros em meio a pneus em uma oficina mecânica na divisa entre Brasil e Paraguai - Reprodução da internet - Reprodução da internet
Brasileiro Romulo Calonga Medina foi assassinado a tiros em meio a pneus em uma oficina mecânica na divisa entre Brasil e Paraguai
Imagem: Reprodução da internet

As imagens do assassinato viralizaram nas redes sociais. De acordo com a investigação, Romulo Calonga Medina, 34, chegava para trabalhar quando foi atingido pelos disparos.

Também em Pedro Juan Caballero, um homem ainda não identificado escapou hoje da ação de um pistoleiro, que apareceu em imagens de vídeo em uma moto. A bordo do veículo, ele se aproximou da calçada disparando contra a vítima, que estava sentada ao lado de uma mulher. Essa última fugiu correndo.

A vítima do ataque então buscou proteção atrás de um carro estacionado junto ao meio-fio. Dali, passou a apedrejar o atirador, que desistiu da empreitada e deixou o local.

A onda de violência voltou a se intensificar nos últimos dias na região. Na última terça-feira (5), quatro pessoas da mesma família foram mortas a tiros em uma festa em Ponta Porã (MS). Ao menos três pistoleiros chegaram ao local em um veículo atirando.

Internacional