PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
1 mês

Ucrânia pede para Alemanha ajudar país a se tornar membro da União Europeia

Área residencial destruída na cidade de Kharkiv, na Ucrânia - REUTERS/Ricardo Moraes
Área residencial destruída na cidade de Kharkiv, na Ucrânia Imagem: REUTERS/Ricardo Moraes

Do UOL, em São Paulo

15/05/2022 15h42

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, pediu à Alemanha para assumir a liderança no processo que levará a Ucrânia a se tornar parte da União Europeia. A declaração foi dada por ele neste domingo (15) em um vídeo publicado nas redes sociais.

"É inevitável que a Ucrânia receba um status de candidato mais cedo ou mais tarde. As elites alemãs têm a opção de liderar esse processo e inscrever seus nomes na história da Europa ou ainda acontecerá, mas sem sua liderança", disse Kuleba.

O ministro informou ainda que durante sua visita a Berlim teve uma discussão "muito racional" com os líderes alemães sobre a Ucrânia fazer parte da UE.

Em 28 de fevereiro deste ano, o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelensky, assinou pedido para o país fazer parte do grupo. "O apoio à nossa coalizão antiguerra é incondicional e sem precedentes", disse Zelensky, na época.

No vídeo publicado hoje, Kuleba também contou ter participado de uma reunião com ministros do G7. Ele afirmou que pediu uma "solução" para tirar o bloqueio russo feito na exportação de produtos agroindustriais ucranianos.

"A agressão russa está levando o mundo à fome. É por isso que é importante trabalhar também com os países africanos. Queremos que eles ajudem a resolver esse problema", disse o ministro ucraniano.