PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Bush confunde Ucrânia com Iraque ao citar invasão 'brutal e injustificada'

George W. Bush discursa em Dallas, no Texas - Reprodução/Twitter
George W. Bush discursa em Dallas, no Texas Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

19/05/2022 09h53Atualizada em 19/05/2022 11h29

O ex-presidente americano George W. Bush se confundiu e disse que a invasão ao Iraque "foi brutal e injustificada", ao se referir ao conflito entre Rússia e Ucrânia. O ato falho ocorreu durante evento do "Bush Center", instituto que tem como objetivo a formação de líderes, em Dallas, no Texas.

"A decisão de um homem de lançar uma invasão totalmente injustificada e brutal no Iraque. Digo, na Ucrânia", afirmou o republicano, que percebeu o escorregão logo em seguida. Ele atribuiu o erro à idade, provocando risadas de pessoas presentes no local. (Assista ao vídeo abaixo)

Bush estava criticando a ação promovida pelo presidente russo, Vladimir Putin, que decidiu invadir a Ucrânia em fevereiro.

Após sofrer com os atentados de 11 de setembro, os Estados Unidos decidiram empreender uma "guerra contra o terror" apontando os governos que poderiam representar riscos à paz mundial. Nesse sentido, o então presidente George W. Bush e seu Conselho de Estado passaram a fazer uma campanha política pregando a intervenção no chamado "eixo do mal". Entre os países que compunham esse grupo, estaria o Iraque, na época, liderado pelo ditador Saddam Hussein.

Além das quase 3.000 mortes diretas nos atentados de 11 de setembro, a guerra ao terror deixou quase 1 milhão de mortos ao longo dos seus 20 anos e custou US$ 3 trilhões ao país (R$ 14,8 trilhões, na cotação atual), segundo um relatório do projeto "O Custo da Guerra", da Brown University.

Iraque, Afeganistão, Paquistão e Síria foram atingidos, enquanto o conflito envolveu mais de 80 países, de acordo com o relatório. Entre as vítimas diretas de bombas estão soldados americanos, aliados, civis, jornalistas e trabalhadores de ajuda humanitária.

Internacional