PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
1 mês

Guerra acaba em um dia se Ucrânia se render e aceitar condições, diz Rússia

Gato é visto próximo a casa desmoronada após ataque em Kharkiv - REUTERS/Leah Millis
Gato é visto próximo a casa desmoronada após ataque em Kharkiv Imagem: REUTERS/Leah Millis

Do UOL*, em São Paulo

28/06/2022 08h28Atualizada em 28/06/2022 11h24

A Rússia afirmou hoje a que a ofensiva na Ucrânia pode parar imediatamente se o governo e o exército de Volodymyr Zelensky se renderem e aceitarem as condições impostas por Vladimir Putin.

"A parte ucraniana pode acabar [com o conflito] no mesmo dia. Deve ordenar às unidades nacionalistas que entreguem as armas, ordenar aos soldados ucranianos que entreguem as armas e todas as condições estabelecidas pela Rússia devem ser aplicadas. Então, tudo terminará em um dia", afirmou Dmitri Peskov, porta-voz de Vladimir Putin.

O Kremlin apresentou em março as condições para encerrar o ataque. Entre elas, estão uma mudança na Constituição da Ucrânia para garantir que o país nunca irá aderir à Otan (Organização do Tratado Atlântico Norte) ou à União Europeia e o reconhecimento da independência das províncias separatistas do Donbass.

A Ucrânia afirmou várias vezes que não cederá nenhum território. A negociação entre os dois países foi interrompida, sem sinal de retomada.

Ontem, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse aos líderes do G7 que a guerra tem de terminar até o final do ano, antes do início do inverno no hemisfério norte.

* Com informações da AFP