PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Cadela cai de barco e nada por dois dias para reencontrar sua família

Cadela Jolie, encontrada pela polícia após cair no mar na Espanha - Divulgação/Aguiproan
Cadela Jolie, encontrada pela polícia após cair no mar na Espanha Imagem: Divulgação/Aguiproan

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/07/2022 09h14Atualizada em 01/07/2022 09h14

Uma cachorra caiu no mar durante uma tempestade e se reencontrou com seus donos depois de nadar por dois dias para chegar à terra firme.

De acordo com o jornal britânico The Mirror, a cadela Jolie apareceu na sexta-feira (24) em uma praia em Aguilas, no sudeste da Espanha, e foi deixada com a polícia local por pessoas que caminhavam pelo local e que a encontraram.

"Na sexta-feira à noite, uma família que estava na praia nos entregou uma cachorra que eles encontraram no litoral de Cope, em Aguilas. O animal foi levado para um abrigo e iniciamos o trabalho para encontrar seus donos", explicou um porta-voz da polícia.

Os policiais descobriram que ela estava usando um microchip que havia sido instalado na Dinamarca. Depois de levá-la a um centro de resgate de animais, foram informados sobre uma ligação de uma mulher dizendo que a filha de um amigo havia perdido sua cachorra de estimação durante uma tempestade, enquanto navegava para Ibiza.

"Recebemos uma ligação de uma mulher em Cádiz, informando que havia recebido uma ligação de uma amiga nos Estados Unidos, informando sobre um incidente envolvendo sua filha. A mulher estava navegando no Mediterrâneo com o marido e a cadela Jolie e se dirigiam para Ibiza. Mas a embarcação foi atingida por uma tempestade, que fez com que o animal caísse no mar. Os donos tentaram encontrá-la e resgatá-la, mas sem sucesso".

Depois que as autoridades confirmaram que Jolie passou fdois dias nadando para chegar à costa, a família se dirigiu à delegacia com a certeza de que se tratava de sua cachorra. Quando chegaram ao local, o animal reagiu positivamente ao reconhecer seus donos. A identificação também contou com o reconhecimento do chip dinamarquês que estava na coleira da cachorra.

Os oficiais acreditam que, quando Jolie caiu no mar durante a tempestade da última semana, ela permaneceu em uma área localizada a mais de 160 milhas náuticas do continente.

"Seus donos receberam a boa notícia e eles foram para o porto mais próximo que era Calpe, ao norte de Benidorm. Logo depois, chegaram em Aguilas para pegar Jolie. Graças ao microchip, tiveram certeza de que o animal que chegou até nós era a mesma cadela que caiu no mar. Jolie é uma verdadeira sobrevivente. Um final adorável para uma incrível história de aventura", concluiu o porta-voz da polícia.

Internacional