Conteúdo publicado há 7 meses

Vídeo mostra Bruna Valeanu em bunker antes de ser morta pelo Hamas

Um vídeo mostra a carioca Bruna Valeanu, de 24 anos, escondida em um bunker durante o ataque do Hamas a uma rave perto da Faixa de Gaza.

O que aconteceu:

Bruna foi uma das brasileiras mortas no ataque do Hamas ao sul de Israel em 7 de outubro. Ela estava na festa Universo Paralello quando extremistas invadiram o local e mataram 260 pessoas.

No vídeo, Bruna aparece sentada em um bunker ao lado de outros jovens. Ela está encolhida e aparentemente assustada. As imagens foram divulgadas primeiro pelo Fantástico, da TV Globo.

Bruna morava na cidade de Petah Tikva, em Israel. Ela foi instrutora de tiro nas Forças de Defesa Israelenses entre agosto de 2018 e 2020. Desde 2022, ela estudava comunicação e artes na Universidade de Tel Aviv.

Quem são os brasileiros mortos?

Até o momento, o Itamaraty confirmou a morte de três brasileiros e do filho de um brasileiro. Todos estavam na festa invadida pelo Hamas.

O gaúcho Ranani Glazer tinha 24 anos e morava em Israel. Ele prestou serviço militar nas Forças de Defesa de Israel, mas deixou a corporação e trabalhava como entregador em Tel Aviv.

A carioca Karla Stelzer Mendes, 42, é a terceira vítima brasileira. Ela estava na rave com o namorado israelense, que também foi morto. Karla era professora e morava em Israel havia mais de dez anos.

O israelense Gavriel Yishay Barel, 22, também foi encontrado morto após o ataque do Hamas na rave. Ele é filho do brasileiro Jayro Varella Filho.

Continua após a publicidade

Uma brasileira segue desaparecida. Celeste Fishbein, de 18 anos, estava na casa do namorado em um kibutz, tipo de comunidade agrícola, nas proximidades da Faixa de Gaza, no momento do ataque.

Deixe seu comentário

Só para assinantes