Conteúdo publicado há 6 meses

Segundo comboio de ajuda humanitária entra em Gaza

Um segundo comboio de ajuda humanitária entrou em Gaza neste domingo, informou a mídia estatal do Egito.

O que aconteceu

A entrada de 17 caminhões com alimentos, água potável e suprimentos médicos foi liberada por Rafah, cidade palestina que faz fronteira com o Egito. É a segunda entrega de ajuda humanitária em dois dias.

Seis caminhões-tanque com combustível também entraram em Gaza, informou um funcionário na fronteira de Rafah. O combustível deve alimentar os geradores de energia elétrica de dois hospitais.

A entrada de combustível foi liberada após a agência da ONU para os refugiados palestinos alertar para o risco de desabastecimento de combustível em Gaza.

Sem combustível, não haverá água, nem hospitais e padarias funcionando. Sem combustível, a ajuda não chegará a muitos civis necessitados desesperadamente. Sem combustível, não haverá assistência humanitária.
Philippe Lazzarini, comissário-geral da UNRWA

Uma explosão e o som de ambulâncias foram ouvidos perto da passagem de Rafah logo após a entrada do segundo comboio em Gaza, segundo a Reuters. Não há informação sobre vítimas.

Os moradores de Gaza estão vivendo sob um bloqueio israelense que cortou o fornecimento de alimentos, água, eletricidade e remédios.

A ONU diz que 100 caminhões são necessários diariamente para cumprir as necessidades essenciais em Gaza. A organização diz que a ajuda recebida até agora é insuficiente, e que a água destinada para Gaza atende a apenas 1% da população e por apenas um dia.

Mais de 100 caminhões com ajuda humanitária ainda aguardam autorização para entrar na Faixa de Gaza, que está cercada por Israel desde o ataque surpresa do Hamas em 7 de outubro.

Continua após a publicidade

Centenas de pessoas com passaportes estrangeiros também aguardam do lado palestino para entrar no Egito. O governo brasileiro negocia a passagem de um grupo de 30 brasileiros e seus familiares diretos.

*Com informações de AFP

Deixe seu comentário

Só para assinantes