Brasileiro que parou ataque na Irlanda se reúne com criadores de vaquinha

O brasileiro que parou um ataque a faca na Irlanda se reuniu com as pessoas que tiveram a iniciativa de criar uma vaquinha para homenageá-lo pelo ação.

O que aconteceu

O carioca Caio Benício se reuniu com irlandeses para uma confraternização. O brasileiro e os criadores da vaquinha, que arrecadou cerca de R$ 2 milhões, comemoraram o ato heróico do final do mês passado.

O encontro aconteceu em um pub e foi acompanhado de pints, como são chamadas os copos de cerveja no Reino Unido. A vaquinha dizia buscar arrecadações para ''pagar uma cerveja'' para o brasileiro.

"Não tenho palavras para expressar minha gratidão a todos que se uniram para organizar a vaquinha. Vocês não apenas ajudaram financeiramente, mas também fortaleceram meu coração com tanto apoio. Não estou mais sozinho!", escreveu Benício em suas redes sociais.

Relembre o caso

No final de novembro, três crianças e dois adultos foram esfaqueados perto de uma escola. O caso ocorreu em Dublin, na Irlanda, e o suspeito foi preso.

Caio Benício foi o responsável por conter o autor do ataque. O brasileiro, que era entregador no país irlandês, passava de moto no local e usou seu capacete para derrubar o suspeito.

Os moradores decidiram criar uma vaquinha para "pagar uma cerveja" para Caio. No total, cerca de R$ 2 milhões foram arrecadados.

O brasileiro também foi recebido pelo primeiro-ministro da Irlanda. Caio ganhou uma medalha pelo "ato de coragem".

Continua após a publicidade

As mais lidas agora