Conteúdo publicado há 2 meses

Queda de ponte nos EUA: dois corpos de trabalhadores são recuperados

As autoridades dos Estados Unidos recuperaram dois corpos de trabalhadores desaparecidos após a queda da ponte Francis Scott Key, em Baltimore, nos Estados Unidos. As vítimas trabalhavam em uma obra na ponte no momento do acidente.

O que aconteceu

As duas vítimas estavam presas em uma caminhonete vermelha. A informação foi repassada pelo chefe da polícia de Maryland, coronel Roland L. Butler Jr, na noite desta quarta-feira (27).

Corpos dos dois homens foram encontrados na manhã de hoje. "Os mergulhadores recuperaram duas vítimas desta tragédia presas dentro do veículo", disse Butler Jr.

Todas as vítimas eram da Brawner Builders. A empresa lamentou o ocorrido e disse que dará apoio financeiro e psicológico aos familiares.

Eles foram identificados como Alejandro Hernandez Fuentes, de 35 anos, e Dorlian Ronial Castillo Cabrera, de 26 anos. Um foi identificado por uma carteira de motorista no bolso, o outro foi identificado por impressão digital.

Os corpos das outras quatro vítimas não foram localizados. Eles foram dados como mortos pela Guarda Costeira. "Eu gostaria de anunciar que, baseado no tempo, no grande esforço de busca que fizemos e na temperatura da água, nós não acreditamos que vamos encontrar esses indivíduos com vida", declarou o vice-almirante Shannon Gilreath.

Buscas foram suspensas. Autoridades disseram que veículos estão presos nos destroços da ponte e os mergulhadores não são mais capazes de operar com segurança no local.

Oito pessoas trabalhavam na ponte no momento do acidente. Apenas duas foram resgatadas com vida.

México, Guatemala, El Salvador e Honduras são os países de origem das seis pessoas vítimas do desabamento da ponte. "As notificações aos familiares e entes queridos desses indivíduos fora dos Estados Unidos estão sendo tratadas pelo FBI e de acordo com os protocolos estabelecidos", disse Roland L. Butler Jr.

Continua após a publicidade

Colisão foi registrada em vídeo

Siga UOL Notícias no

A colisão ocorreu por volta das 1h30 [2h30 no horário de Brasília] da terça-feira (26). Uma câmera de monitoramento da ponte registrou o momento do acidente e a queda da estrutura.

Duas pessoas foram retiradas com vida da água. Uma delas não tinha ferimentos e a outra foi levada em estado grave ao hospital.

Um porta-contêineres causou acidente. Com o nome "Dali", a embarcação tem bandeira de Singapura e levava 22 tripulantes. O proprietário registrado do navio é Grace Ocean Pte Ltd e o gerente é Synergy Marine Group. As informações são da Autoridade Marítima e Portuária do país asiático. O cargueiro Dali tem 300 metros de comprimento e 48 de largura, de acordo com o site MarineTraffic.

Duas pessoas controlavam o navio no momento da colisão. Nem elas, nem os tripulantes ficaram feridos, informou o grupo Synergy.

Continua após a publicidade

Tripulação do navio emitiu alerta

Um alerta foi emitido por funcionários do navio que atingiu a ponte em Baltimore. Comunicação impediu que carros seguissem e outras pessoas se envolvessem no acidente.

A tripulação emitiu um alerta desesperado momentos antes de colidirem com a ponte. Informações sobre sexo e idade das vítimas não foram divulgadas até o momento.

O governador de Maryland, Wes Moore, chamou os funcionários de ''heróis''. Ele informou que a resposta rápida da equipe em pedir socorro impediu que mais carros caíssem na água. ''Eles salvaram vidas ontem à noite'', afirmou.

O navio alertou as autoridades de Maryland que haviam perdido o controle. Navio estava sem energia, e os funcionários também citaram a possibilidade de colisão com a estrutura, que não pôde ser evitada devido à velocidade da embarcação.

Continua após a publicidade

Um áudio que circula nas redes sociais mostra a corrida de policiais para tentar impedir o tráfego de carros.

Um dos oficiais diz que o navio está se "aproximando" e que "perdeu a direção". "Preciso de um de vocês no lado sul, um de vocês no lado norte, segure todo o tráfego na Key Bridge", diz um policial. "Até conseguirmos controlá-lo, temos que parar todo o tráfego", alertou. O áudio foi divulgado pelo jornal britânico Daily Mail.

Cerca de 90 segundos após o pedido, um policial diz que a ponte desabou. O áudio tem pequenas falhas de conexão, mas é possível ouvir o agente. "A ponte inteira caiu. Comece, comece quem... todo mundo. A ponte inteira desabou". "Não consigo chegar ao outro lado", diz outro policial.

Deixe seu comentário

Só para assinantes