Conteúdo publicado há 2 meses

Cientistas retomam investigação para origem 'extraterrestre' de múmias

Um grupo de cientistas americanos anunciou a retomada das investigações sobre a suposta origem extraterrestre das múmias de Nazca e reabriu controvérsia com autoridades do Peru. A polêmica se arrasta desde 2017.

O que aconteceu

Os cientistas colocaram os objetos em máquinas de tomografia e, agora, esperam por resultados mais concretos para explicar a verdadeira origem dos corpos.

Os médicos que farão a investigação são:

Dr. James Caruso , médico legista chefe e legista de Denver, Colorado;
Dr. William Rodriguez, antropólogo forense, examinador no estado de Maryland;
Dr. John McDowell, professor aposentado da Universidade do Colorado, odontologista forense.

O Ministério da Cultura do Peru é contra a reabertura da investigação. Autoridades argumentam que esses supostos restos mortais são, na verdade, bonecos construídos por ladrões de túmulos para vender no mercado ilegal.

Na última quinta-feira, quando o grupo anunciava os próximos passos para a apuração, uma mulher —que se dizia representante do governo do Peru— tentou impedir a apresentação deles, mas sem sucesso.

As duas supostas múmias foram exibidas em Congresso no México. O responsável pela apresentação foi o ufólogo e comunicador Jaime Maussan.

Disputa entre autoridades e cientistas

A polêmica toda começou em 2017. Foi quando funcionários da universidade San Luis Gonzaga, de Ica, onde fica Nazca, no Peru, anunciaram "a grande descoberta arqueológica do século 21" depois de acharem os corpos, em meio a acusações de terem alterados para apresentá-los como extraterrestres.

Continua após a publicidade

Ministério Público do Peru realizou uma investigação forense. A equipe concluiu em janeiro como "fraude" a suposta origem extraterrestre das múmias de Nazca. "A conclusão disso em termos simples: é uma fraude. Não são extraterrestres, não são uma nova espécie", disse o arqueólogo Flavio Estrada, do Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses.

Deixe seu comentário

Só para assinantes