Conteúdo publicado há 24 dias

Helicóptero com presidente do Irã se acidenta; informações preocupam

Um helicóptero que levava o presidente Ebrahim Raisi, do Irã, fez um "pouso difícil" após um incidente no ar. Um oficial citado pela agência Reuters afirmou que as informações sobre o acidente disponíveis até o momento são "preocupantes".

O que aconteceu

Raisi voltava de reunião perto da fronteira com o Azerbaijão quando o incidente ocorreu. A aeronave pousou em Jolfa, a cerca de 600 quilômetros de Teerã, informou a agência oficial iraniana IRNA.

Presidente estava acompanhado do ministro das Relações Exteriores do país. O governador da província do Azerbaijão Oriental também estava na aeronave, de acordo com a agência iraniana. As condições em que todos estão não foram divulgadas.

Local onde aeronave parou é de difícil acesso e mau tempo dificulta buscas. O ministro do Interior, Ahmad Vahidi, disse à televisão estatal iraniana que, devido às difíceis condições climáticas, pode levar algum tempo para que a equipe de busca e resgate chegue ao local onde está a aeronave.

A agência de notícias Fars, também iraniana, pediu "orações" para que o presidente e os outros líderes sejam encontrados em segurança. Na cidade de Mashhad, grupos se reuniram na rua para pedir pelo presidente, informou a Al Jazeera.

Quarenta equipes de busca e oito ambulâncias foram enviadas para a região. O clima é de apreensão, já que, até o momento, nenhuma informação sobre o estado de saúde do presidente foi confirmada.

O ministro do Interior "expressou esperança de que a equipe chegue ao local em breve e transmita mais informações", segundo a agência IRNA.

Raisi estava em encontro com presidente do Azerbaijão antes do incidente. O evento com Ilhan Aliyev foi em uma inauguração de barragem no rio Aras, nas zonas fronteiriças entre os dois países. Uma foto com os dois foi publicada nas redes sociais mais cedo.

Comitiva em voo. Além de Raisi, estavam na aeronave o ministro das Relações Exteriores, Hossein Amirabdollahian, o governador da província do Leste do Azarbaijão, Malek Rahmati, e o líder de oração de sexta-feira de Tabriz, Hojjatoleslam Al Hashem, informou a agência estatal IRNA.

Continua após a publicidade

'Não há informação concreta'

Modelo de helicóptero que levava presidente não foi informado. O país tem uma frota "ultrapassada" de aeronaves por causa das dificuldades impostas por décadas de sanções comerciais, informou a Al Jazeera.

"Não há informação concreta", afirmou Al Jazeera. O correspondente do jornal no Irã afirmou que todas as equipes de comunicação dependem das atualizações do regime iraniano, que estão desencontradas. "Estamos esperando as fontes iranianas nos contarem o que aconteceu, mas eles não sabem. Eles estão mobilizados para tentar achar o presidente", afirmou Ali Hashem.

Ultraconservador foi eleito em 2021. Raisi teve 17,8 milhões de votos, cerca de 62% de todo o pleito, informou a Comissão Nacional Eleitoral do país.

Agência estatal IRNA publicou foto de Ebrahim Raisi, presidente do Irã, diante de aeronave presidencial, mas não detalhou se registro ocorreu antes ou depois do incidente
Agência estatal IRNA publicou foto de Ebrahim Raisi, presidente do Irã, diante de aeronave presidencial, mas não detalhou se registro ocorreu antes ou depois do incidente Imagem: IRNA/Divulgação
Continua após a publicidade

Líderes se pronunciam

Líder Supremo do Irã afirma que nação não precisa se preocupar. Aiatolá Ali Khamenei afirmou que reza para "pedir que o presidente volte para os braços da nação". Ele também disse que "não haverá perturbação no trabalho do país".

Primeiro-ministro da Índia informou que está 'profundamente preocupado'. "Rezamos para que o presidente e sua comitiva estejam bem", afirmou Narendra Modi.

Armênia diz que está "pronta para oferecer suporte ao vizinho e amigo". A colocação foi feita em publicação do Ministério do Exterior do país, que se disse "chocado com as notícias".

'Esperando ansiosamente por boas notícias', diz primeiro-ministro paquistanês. Shehbaz Sharif afirmou que envia as melhores energias para o presidente e para a nação.

Deixe seu comentário

Só para assinantes